Pesquisa com fungicida protetor na Fundação Chapadão em MS mostra que produto é uma ferramenta importante para reduzir risco de resistência do fungo da ferrugem asiática na soja

Publicado em 06/07/2015 17:14
Pesquisa com fungicida protetor na Fundação Chapadão em MS mostra que produto é uma ferramenta importante para reduzir risco de resistência do fungo da ferrugem asiática na soja

Pesquisas na Fundação Chapadão no Mato Grosso do Sul, mostram que os fungicidas protetores são uma ferramenta importante para minimizar os riscos de resistência ao fungo.

Segundo Edson Pereira Borges, pesquisador e diretor executivo da Fundação Chapadão, os danos com a ferrugem asiática podem afetar até 80% da produtividade das lavouras de soja, por isso a importância de buscar alternativas para evitar a resistência da doença aos produtos existentes no mercado.

Os princípios ativos estrobilurina e triazóis são os mais utilizados atualmente, porém de acordo com Consórcio Antiferrugem inicialmente esses produtos apresentavam de 70% a 80% de eficácia no combate a doença, mas desde o ano passado a eficiência desses princípios ativos caiu para 30% a 20%.

"Nos últimos três anos estamos trabalhando com os produtos multisitios, chamados de protetores, e em associação aos produtos usuais ele tem apresentado um ganho de performance", explica o pesquisador. Segundo ele, aos protetores potencializam em cerca de 30% a 40% a ação dos produtos curativos.

Para os produtores que quiserem mais informações podem acessar o site da Fundação Chapadão e conferir os dados da pesquisa.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Michel França Rodrigues Tupanciretã - RS

    Alguns produtores tem relatado problemas nas bombas dos pulverizadores devido ao uso de fungicidas protetores no momento da mistura e diluição no tanque de pulverização..., ao que se deve este problema e como evitar que ocorra?

    0