Além de ação multissítio, Mancozeb possui micronutrientes como zinco e manganês e melhora eficiência de produtos sistêmicos contra os fungos

Publicado em 23/10/2015 17:43 e atualizado em 26/10/2015 10:10
5462 exibições
Além de ação multissítio, Mancozeb possui micronutrientes como zinco e manganês e melhora eficiência de produtos sistêmicos contra os fungos

A utilização dos fungicidas protetores em lavouras de soja tem mostrado uma melhora significativa na eficiência dos produtos sistêmicos no combate a ferrugem asiática. Além de sua ação mutissítio, que atua em diversos pontos do metabolismo do patógeno, a composição de micronutriente como zinco e manganês, também colabora para elevar o potencial dos produtos curativos.

Os protetores têm como objetivo reduzir a incidência de resistência dos fungos a produtos com o principio ativo dos triazóis, estrobilurinas e carboxamidas. Recentemente "uma pesquisa realizada no Rio Grande do Sul apontou que os protetores potencializam também a entrada dos fungicidas sistêmicos nas plantas quando está associado na pulverização", destaca o professor e pesquisador da UFU (Universidade Federal de Uberlândia), Fernando Cezar Juliatti.

Além disso, segundo ele os fungicidas como Unizeb Gold "da mesma forma que reduzir a germinação de espórios resistentes, também fornece manganês e zinco para as plantas". Essa caracteriza do produto reflete em uma melhora no metabolismo das plantas que consequentemente gera ganho de qualidade de produtividade da cultura.

O pesquisador ressalta, no entanto, que a aplicação do Unizeb Gold deve ser realizada anteriormente a incidência das doenças nas lavouras, já que sua função é de proteção e não curativo.  “É uma ferramenta que nenhum produtor pode abrir mão, ela veio para ficar e tem que ser usada, porque os produtores não podem correr o risco de resistência”, ressalta Juliatti.

Pesquisas realizadas em 250 áreas de soja em todo o país mostraram que o ganho de rendimento médio quando utilizado os protetores em associação aos sistêmicos foi de 10%, ou seja, 5 sacas por hectare.

Tags:
Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • alexandre fraga Londrina - PR

    Gostaria de informações sobre os teores de Mn e Zn no mancozeb. Obrigado

    0
  • Prof. Dr. Daniel Cassetar Neto Mato Grosso - MT

    Muito bom Prof. Juluatti, perfeito.

    0