Consultor alerta que alta do dólar e cotações com níveis próximos a US$ 10,00/bushel para o contrato maio, garantem boa renda

Publicado em 09/10/2017 18:07
2008 exibições
Nos atuais patamares, rentabilidade da soja chega próxima da registrada nas últimas 2 safras. Margem bruta (Ebtida) de mais de 40% para regiões sul e sudeste e quase 30% para região de cerrado
Confira a entrevista com Carlos Cogo - Consultoria Agroeconômica

LOGO nalogo

Após trabalhar do lado negativo durante boa parte do dia, a soja encerrou em queda na Bolsa de Chicago (CBOT), com a posição se revertendo ao final do pregão.

De acordo com Carlos Cogo, da Consultoria Agroeconômica, a queda nos preços não tem nenhuma motivação especial. A CBOT precifica o final de um mercado climático nos EUA, com a previsão de um clima menos úmido no meio-oeste, que pode facilitar a colheita.

Por outro lado, a falta de chuvas que segue influenciando algumas das regiões produtoras no Brasil é um limitante para as baixas. A situação do mercado, entretanto, é mais favorável para os produtores brasileiros, já que o dólar se aproxima dos R$3,20.

Nos últimos meses, a demanda se apresenta bastante firme. Os Estados Unidos vêm exportando volumes recorde, ao mesmo tempo em que o Brasil também bateu recordes mensais e anuais de janeiro a setembro. Em contrapartida, o atraso da safra brasileira pode implicar em alguns problemas de produção, bem como os 3 milhões de hectares afetados na Argentina.

Diante deste cenário, Cogo visualiza uma expectativa de melhores preços no mercado. Ele acredita, contudo, que as altas dos últimos dias poderiam ter sido aproveitadas pelos produtores por se tratar de um "momento ímpar", no qual os prêmios estavam atrativos para as negociações futuras, com tradings tendo dificuldade de originar contratos novos.

O ano de 2017 não deverá ser de um clima semelhante à 2016. Há consenso sobre grandes possibilidades de chuva durante a colheita, além de problemas de plantio irreversíveis na Argentina.

Tags:
Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

4 comentários

  • Renato da Rosa Canarana - MT

    Custo de produção hoje em Canarana MT, fica entre 50 e 52 sacas de soja por hectare, cade a renda citada??? Temos que colher 62,5 sacas de soja, sendo que a média dos ultimos anos do município é de 50 sacas............

    2
    • LUIZ ANTONIO LORENZONICAMPO NOVO DO PARECIS - MT

      Considero o Ebitda um parâmetro importantíssimo para análise econômica da atividade agrícola. Tomo como exemplo o meu caso. Planto em área própria, tenho todos os maquinários menos armazém e fiz os insumos no sistema barter, minha expectativa é colher 55 sacas de soja e comercializar à um preço médio de 57,00 reais a saca. (Já vendi 70% da expectativa de produção neste preço). Se a expectativa se realizar, o meu Ebitda apresenta margem de 27,8% e o lucro apresenta margem de 4,69%. O meu custo total, incluindo o custo de oportunidade está em R$ 3.000,00 por hectare, considerando valor da terra em 200 sacas e 2,5% como taxa de remuneração. Já se considerar valor da terra de 250 sacas, o meu custo total vai a 3.138,00 por hectare, meu Ebitda continua em 27,8% e a minha margem de lucro seria negativa em 0,11%. Considerando o valor da terra em 300 sacas, o meu custo subiria para 3.263,00 por hectare o Ebitda continuaria em 27,8% e a margem de lucro seria negativa em 4,09%. Se formos olhar apenas para a margem de lucro, mantendo todos os outros custo e considerando o preço da terra a 300 sacas de soja, a atividade seria inviável. Já a 200 sacas o valor da terra, a atividade seria viável. O valor da terra a 200 sacas, equivaleria a uma remuneração de R$ 550,00 por hectare e a 300 sacas equivaleria a R$ 825,00. O Ebitda, em outras palavras, seria as receitas menos os custos desembolsáveis, ou seja, o lucro ANTES das deduções das depreciações, juros e custo de oportunidade. Como estes itens são muito subjetivos e variável de propriedade a propriedade, olhar APENAS o lucro, nem sempre vai ser o mais apropriado. A mesma análise utilizada como valor da terra, pode ser extrapolada para o valor das máquinas e benfeitorias, vida útil, valor residual e taxa de juros. Todos vão impactar no resultado final, mas não impactam no Ebitda. Portanto, em análise econômica de uma propriedade, quanto mais parâmetros analisarmos, melhor.

      0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Eu acho que, na realidade, o custo de oportunidade deveria ser calculado sobre 450 sacas.

      3
    • LUIZ ANTONIO LORENZONICAMPO NOVO DO PARECIS - MT

      O custo de oportunidade pode ser calculado sobre qualquer valor e a qualquer taxa de remuneração, ou seja, ao gosto do interessado. Assim como as depreciações podem ser calculadas ao valor, vida útil e valor residual do seu interesse. E a taxa de juros também. Há quem queira remuneração da poupança e quem queira taxas do cartão de crédito rotativo...Daí, a importância do Ebitda...

      1
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      O valor da terra varia conforme as regioes brasileiras.. Nos ultimos anos as prefeituras estao de olho gordo sobre esse valor..

      1
  • Roberto Cadore Cruz Alta - RS

    Esse indicador EBITDA não é adequado para a tomada de decisão de venda de qualquer produto agrícola, pelo simples fato de excluir itens do custo de produção. Pergunto, por quê excluir itens do custos de produção para fazer o cálculo e encontrar rentabilidade?...Isso é como se você quisesse enganar a sí próprio.

    0
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Eu gostaria de dizer que há pouco tempo um colega paranaense comentou neste espaço que na regiao dele o valor da terra girava ao redor de mil sacos de soja por hectare... Esta informaçao fecha com arrendamento de R$ 1.100 por hectare em vigor... Lucro????

      11
  • Henrique Crema Sacramento - MG

    Sinceramente é covardia um comentarista falar que estamos tendo aqui no Sudeste , ebitda de 30 Porcento . Ou o ilustre não sabe o que é ebitda
    , ou deve estar mal informado sobre os custos de produzir soja .
    Não acredito que estou lendo isso em um lugar que deveria ajudar o produtor .
    O custo de produção de soja meu amigo comentarista é de no mínimo r$59,00 reias por saca . Gostaria que você me explicasse como estamos obtendo este ebitda que você escreveu acima ?
    Quais margens extraordinárias você está enxergando ?
    Não abuse da intelgencia do produtor, somos bobo mas não somos burros .
    Qual bom momento não aproveitamos ?
    Vender soja a preço de custo é perder oportunidade?

    0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Sr. Henrique, muitos confundem o mercado futuro com o fisico. O mercado futuro não quer saber do que aconteceu, do que está acontecendo, o mercado sabe do que não pode deixar de acontecer. Clima ruim para o Brasil é quase uma certeza. Se tem "alguém" que sabe avaliar variaveis é o mercado, por ser opinião de vários agentes que participam. Fico lendo esses comentários e pensando... nenhum desses caras põe dinheiro no mercado, falam, falam, mas vender soja no mercado futuro não vejo nenhum. Cadê? Se tem tanta certeza assim,... Errei na soja, errei no boi, acertei no milho e talvez acerte no café. E tem gente que acha que mercado financeiro é mel na sopa. O mercado é dinâmico e só quem põe dinheiro é que sabe como as coisas funcionam, o milho está em tendencia terciária ou de tempos mais curtos, tendencia de alta, a soja também, o boi despencou e o café voltou a subir. Qualquer mercado está em tendencia até vir uma consolidação ou tendencia em contrário. Só existem dois cenários para os preços, ou está consolidado ou está em tendencia, o resto é papo furado.

      0
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Caro Henrique...o bom momento que perderam foi não vender antecipado...mas acreditaram em fontes que o clima seria ruim a safra americana e que a produção seria menor..etc..e te digo mais..sobre a rentabilidade voce está certo...os preços salvo fato novo se confirmadas safras normais vão continuar baixos...por isto para cobrir suas despesas..vá vendendo parceladamente aproveitando os picos..senão vai chorar de novo em 2018...agora o milho tem uma perspectiva boa de preço caso o clima atrapalhe a safrinha..e tem grandes chances de acontecer..haja visto o atraso no plantio da soja...

      1
    • MIGUEL BIEGAI JRGENEBRA - SWITZERLAND - 00

      Rodrigo, eu opero na soja CBOT e milho na BM&F. Vc tem razão, infelizmente há pessoas opinando no mercado sem nunca ter aberto sequer uma conta em uma Bolsa de Futuros pra falar sobre Bolsa.

      1
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Caro MIguel...se operar em bolsa...abrir uma conta na bolsa de futuros é um pre requisito para se dizer INTINDIDO de mercado eu sou um BURRO..nunca operei em bolsa e nunca abri conta...nem por isto acerto a maioria das previsoes..leia o livro chamado..COMO NADAR COM OS TUBAROES SEM SER COMIDO VIVO...lá tem um topico...CONFIE NOS DITOS ISPICIALISTAS PARA ERRAR...

      1
    • HENRIQUE CREMASACRAMENTO - MG

      Agora estão falando que o comentário é para o mercado futuro e não serve parado mercado físico , não vi em nenhum lugar o comentarista explicar isso . Fica a dica aí para os produtores, Abraço a todos

      0
    • MIGUEL BIEGAI JRGENEBRA - SWITZERLAND - 00

      Caro Dalzir, me permita discordar. Considero a experiência prática muito importante. Você deitaria em uma mesa de cirurgia para ser operado por um médico que só leu livros sobre cirurgias, mas nunca fez uma cirurgia de verdade na vida?

      0
    • DALZIR VITORIAUBERLÂNDIA - MG

      Pois é você tem razão..mas quem te disse que só li livros de cirurgia...conheço a produção...conheço o mercado...tenho formação profissional da área...técnica e gerencial..formação superior em administração...e pós-graduado em logística e transportes...12 anos de Seara...15 de Perdigão...mais alguns em assistência técnica a agropecuária em geral...mais alguns em consultorias em áreas de Log. e transp.então quem é despreparado a cirurgia é quem só operou em bolsa e isto está muito claro em suas colocações...quando sobe você fala em demanda..e quando cai vejo um monte de LOROTAS que você coloca...

      0
    • MIGUEL BIEGAI JRGENEBRA - SWITZERLAND - 00

      Sr Dalzir, não lhe faltei o respeito em nenhum momento. Espero ser retribuído.

      0
  • elcio sakai vianópolis - GO

    Rentabilidade positiva na safra de soja 2017/2018? Estimando uma produção de 50 a 60 sacas por hectare, meu custo está girando de R$ 52 a R$ 62 reais por saca de soja, as firmas compradoras de soja estão travando o preço da soja de R$ 58 a R$ 60,00 pra 30/04/2018, isso sem contar com as taxas do senar, aprosoja, etc. Totalizando um desconto de 0,4%.
    Infelizmente eu não tenho bola de cristal pra saber se irei produzir abaixo de 50 sacas de soja por hectare ou acima de 60 sacas de soja por hectare. Sendo assim, qualquer travamento de soja abaixo de R$ 62,00 há uma chance maior de empatar ou levar um prejuízo nesta próxima safra.
    Esses custos por saca de soja, são custos totais (defensivos, adubo, semente, empregado, óleo diesel, manutenção de maquinário, prestação de máquinas, frete, etc.), no meu caso que está variando de R$ 52,00 a R$ 62,00 , há outras propriedades onde o custo pode ser maior ou menor que estes valores.
    Fazer uma conta de lucratividade, onde as despesas são apenas defensivos, semente e adubo, ignorando os outros custos, assim fica fácil a nossa atividade ter sempre lucratividade.
    Pra aqueles mais realistas, vai a dica, tome cuidado com a safra 2017/2018. Travar preços de comodites já realizando prejuízo antecipadamente, é o primeiro passo pra sair da atividade.

    0