Chuvas contribuem e plantio da soja chega a 90% na região de Assis Chateaubriand (PR)

Publicado em 10/10/2017 11:09 e atualizado em 10/10/2017 14:26
2180 exibições
Continuidade das chuvas preocupa os produtores na finalização da semeadura do grão. Área destinada ao cultivo da soja deve registrar incremento de 3% nesta safra. Saca disponível é cotada a R$ 61,00 e deixa margem ajustada aos agricultores. Preços deveriam estar próximos de R$ 75,00 a saca na localidade.

LOGO nalogo

Valdemar Melato, presidente do Sindicato Rural de Assis Chateaubriand (PR), destaca que o plantio da soja na região chegou a 90%. Entretanto, há regiões próximas que o plantio não chega a 50% - assim mesmo, essas estão dentro da janela ideal, que vai até 18 de outubro.

Há uma preocupação por parte dos produtores em função das chuvas que chegam em grande volumes e até mesmo com granizo, o que dificulta a germinação da oleaginosa. As previsões de chuvas são boas para os próximos três meses, no geral.

A expectativa é de boas produtividade nas lavouras da região para a soja que é plantada até a primeira quinzena de outubro. A produção normal, tendo em consideração a média dos últimos anos, está por volta de 60 sacas por hectare.

Devido ao preço do milho, a região deve plantar pouco milho verão. Com isso, a área da soja pode aumentar de 3% a 4%.

Os preços da soja giram em torno de R$61 a saca no mercado disponível. Esse preço cobre o custo de produção e oferece alguma margem se as produtividades foram boas. O preço ideal seria entre R$75 a R$80 a saca. Os produtores da região não costumam fazer vendas antecipadas da safra nova.

Para a segunda safra, não há outra opção além do milho neste momento, já que o trigo não faz mais parte do mercado. Assim, com os preços baixos do cereal, muitos podem apostar em plantio de cobertura para fazer a palhada para a soja.

Por: Fernanda Custódio e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário