Com a chegada de boas chuvas, Tupanciretã/RS dá início ao plantio 2018/19 da soja; expectativas agora estão sob a política

Publicado em 23/10/2018 11:27 e atualizado em 23/10/2018 15:02
194 exibições
Perspectivas de um El Niño poderiam favorecer as lavouras do Rio Grande do Sul e também animam os produtores. Preocupações maiores se dão agora com o câmbio e as negociações para a nova safra, que caminham, nesse momento, a um ritmo mais lento na região.
Almir Rebelo - Pres. Clube Amigos da Terra - RS

Podcast

Entrevista com Almir Rebelo - Pres. Clube Amigos da Terra - RS sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

Na região de Tupanciretã/RS, os produtores rurais já iniciaram o plantio da safra 2018/19 com soja e milho. Contudo, a expectativa dos agricultores é que tenha mudanças na política brasileira com regras mais claras e que o preço dos combustíveis recuem.

Segundo o Pres. Clube Amigos da Terra – RS, Almir Rebelo, os modelos climáticos indicam o El Niño que favorece o cultivo das culturas na localidade. “Nós já tivemos algumas chuvas e agora está com menos intensidade, mas tem umidade suficiente para realizar o plantio”, afirma.

O impasse no tabelamento dos fretes e o câmbio não impactaram tanto na entrega dos insumos, pois os agricultores começaram a se planejar durante a colheita do milho safrinha. “Claro, que aqueles que deixaram para comprar depois da greve dos caminhoneiros tiveram dificuldade no recebimento dos insumos, mas aos poucos as coisas foram se normalizando”, comenta.

Com relação à comercialização, a liderança destaca que alguns agricultores já negociaram para cobrir os custos de produção. “Para aqueles que têm mais dificuldades, o pessoal andou vendendo menos principalmente pela as questões políticas que influenciam na economia”, conta.

Por: Carla Mendes e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário