Sem resolução nos fretes, safra de soja pode se tornar prejuízo para produtor

Publicado em 30/10/2018 12:25 e atualizado em 30/10/2018 19:09
2429 exibições
Lideranças do agro estão, mais uma vez, reunidas em Brasília para tratar do assunto do tabelamento dos fretes com a FPA. Expectativa é de que ANTT se manifeste ainda em novembro. Enquanto solução não sai, comércio de grãos segue travado em todo o Brasil.
Antônio Galvan - Presidente da Aprosoja MT

Podcast

Acompanhamento de Safra da Soja - Antônio Galvan - Presidente da Aprosoja MT

Download

LOGO nalogo

O estado do Mato Grosso está com o plantio de soja bastante adiantado. Neste ano, o clima favoreceu e as lavouras tiveram um bom andamento. É o que conta o presidente da Aprosoja local, Antônio Galvan, em entrevista ao Notícias Agrícolas.

Ele destacou que este foi um ano bastante atípico, no qual as chuvas foram antecipadas em algumas regiões. Na região leste, onde as precipitações sempre atrasam, as áreas já estão com 60% de plantio.

As lavouras seguem em boas condições, com uma estimativa de rendimento normal e bom desenvolvimento.

Contudo, quem não conseguiu fixar a soja antes do mês de maio começou a ter cada vez mais problemas. O mercado está parado, na casa dos 60 reais. Muitos produtores podem terminar a safra no vermelho e ter problemas com a safra futura.

Há muitas dúvidas a respeito da questão do frete. Em Brasília, as lideranças do agro devem se reunir, mais uma vez, para tratar do assunto do tabelamento com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). A expectativa é que a ANTT se manifeste até o mês de novembro.

Sem os Estados Unidos em jogo, a China aguarda pela safra do Brasil.

 

Por: Carla Mendes e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário