Plantio da soja entra na reta final em Paracatu (MG) e apenas 30% da safra foi comercializada nesta temporada

Publicado em 28/11/2018 10:56 e atualizado em 28/11/2018 15:17
734 exibições
Chuvas contribuíram e 95% da área já foi semeada até o momento, dentro da melhor janela. Especialistas reforçam que o clima está favorável ao aparecimento das doenças, especialmente a ferrugem e o mofo branco. Custos de produção subiram 25% neste ciclo. Com queda nos preços, área cultivada com o feijão recuou nesta safra.
João Alves da Fonseca - Produtor Rural de Paracatu - MG

Podcast

Entrevista com João Alves da Fonseca sobre o Acompanhamento de Safra da Soja

Download

LOGO nalogo

Diante do clima favorável nesta temporada, o plantio da soja já está completo em 95% da área projetada para essa safra em Paracatu (MG). E a expectativa é que os trabalhos nos campos sejam finalizados dentro da melhor janela de cultivo para a região. A estimativa é que a área plantada com o grão apresente um crescimento entre 3% a 4% neste ciclo.

Contudo, o produtor rural da localidade, João Alves da Fonseca, reforça que com o excesso de água no solo em decorrência das chuvas dos últimos dez dias, as plantas ficaram com as "raízes mais preguiçosas", mas nada que afete o rendimento das lavouras até esse momento. A perspectiva ainda é de um bom ano ao desenvolvimento das plantações.

"Por outro lado, os especialistas também destacam que o ano pode ser mais propício ao aparecimento das doenças, especialmente a ferrugem asiática e o mofo branco. O cenário preocupa os produtores, já que os custos de produção subiram em média 25% nesta temporada", explica Fonseca.

Em contrapartida, os negócios continuam lentos nesta safra e poucos negócios foram fechados antecipadamente. Cerca de 30% da produção de soja da região foi comercializada. Atualmente, a saca futura é cotada ao redor de R$ 68,00, valor que deixa margens ajustadas aos agricultores.

Feijão

Na região, os produtores reduziram a área destinada ao feijão das águas. Fonseca ainda pondera que, em meio ao preços mais baixos, os agricultores investiram mais na cultura da soja. "Somente os produtores tradicionais mantiveram a área cultivada e as lavouras apresentam boas condições", completa.

Milho

No caso do milho, as plantações também apresentam boas condições até esse momento e a perspectiva é de boa produtividade nesta safra. A saca do cereal é negociada a R$ 30,00 na região, mas os compradores ainda adquirem o produto da mão pra boca.

Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário