Soja tem fôlego para subir mais 30 cents no curto prazo com especulações da safra sul-americana e novidades sobre China X EUA

Publicado em 04/01/2019 17:45
2588 exibições
Após compras de 1,5 a 1,8 milhões de toneladas de soja dos EUA nos últimos dias, os chineses podem encerrar demanda pelo produto americano e se focar nas compras da América do Sul
Jack Scoville - Analista da Price Futures Group

Podcast

Entrevista com Jack Scoville - Analista da Price Futures Group sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

O mercado da soja teve mais um dia de alta na Bolsa de Chicago (CBOT), com os principais vencimentos se consolidando acima dos US$9/bushel.

Jack Scoville, analista de mercado da Price Futures Group, destaca que há dois motivos que fazem os preços se sustentarem nestes valores. Um deles é a especulação em torno de reuniões com os chineses nas próximas semanas, para as quais se espera uma resolução para a guerra comercial entre Estados Unidos e China. O outro é o clima no Brasil e na Argentina - espera-se que haja perdas na produção destes países.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) está sem operar por conta dos problemas de relacionamento de Donald Trump com o Congresso. Entretanto, mesmo sem a divulgação oficial de números, estima-se que haja 1,8 milhões de toneladas compradas por parte da China.

Scoville destaca que os preços atuais em Chicago são considerados bons para os produtores norte-americanos. Por conta dos subsídios oferecidos pelo governo, os produtores recebem quase US$10/bushel.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário