Ano de clima irregular e estiagem de vinte dias geram incertezas sobre produtividade da soja no sudoeste goiano

Publicado em 22/01/2019 16:59 e atualizado em 24/01/2019 17:16
11672 exibições
Fazenda Canaã em Montividiu- GO faz testes com mais de 700 variedades e irregularidade climática da atual safra pode determinar a melhor escolha para os próximos plantios
Geison Scariot - Proprietário da Fazenda Canaã

Podcast

Entrevista com Geison Scariot - Proprietário da Fazenda Canaã

Download

LOGO nalogo

No município de Montividiu, em Goiás, a Fazenda Canaã reserva uma área para testes para realizar a seleção de novos materiais para as próximas safras. De início, foram 41 variedades. Hoje, são 715 variedades que já foram testadas.

O principal problema que afeta a área, contudo, é a falta de chuvas e o veranico. No mês de janeiro, choveu apenas 30 milímetros e há 20 dias não chove na região, sendo este um ano bastante irregular de chuvas.

Geison Scariot, proprietário da Fazenda Canaã, conta que esse veranico chegou em pleno enchimento de grãos, enquanto na propriedade de seu pai, a 10km de distância, o plantio de milho safrinha foi realizado e já está até nascido. Scariot, mesmo se estivesse colhendo agora, não plantaria a safrinha, já que o milho seria plantado no pó.

Ele considera, entretanto, que o agronegócio é uma "indústria a céu aberto" e que os melhores resultados vêm com escalonamento de variedades e cuidados com o solo. A junção desses dois fatores, para ele, é bastante importante, bem como a questão da genética. Quanto ao clima, ele considera que ninguém sabe se o próximo ano será melhor ou pior.

Emocionado, Scariot conta que recebeu os conhecimentos de seu pai, que trabalha no campo desde 1982. Com dois filhos, um de sete e outro de seis anos, ele pretende deixar as crianças próximas do campo para transmitir seu conhecimento para as próximas gerações.

 

 

 Soja na propriedade do Sr. Geison Scariot em Montividiu (GO) Soja na propriedade do Sr. Geison Scariot em Montividiu (GO)Soja na propriedade do Sr. Geison Scariot em Montividiu (GO) Soja na propriedade do Sr. Geison Scariot em Montividiu (GO)

 

Tags:
Por: João Batista Olivi e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

2 comentários

  • Tiago Pandolfo Balsas - MA

    Geison Scariot, excelente produtor e ótima pessoa. Passa seus conhecimentos a quem quer que seja!

    2
  • Luiz Junior Miranda Portela Uruçuí - PI

    Quer chuva? Planta árvores!

    115
    • GERALDO EMANUEL PRIZONCOROMANDEL - MG

      Sr. Luiz procure se informar melhor sobre o assunto, caso contrário vai passar atestado de burrice no Noticias Agrícolas. Recomendo a palestra do Dr. Evaristo de Mirando (Embrapa) sobre o tema.

      1
    • MAICO SMANIOTO -

      Seu Piauí é virado em Mato e porque é que não chove ?

      0
    • RENATO SCARIOTESAPEZAL - MT

      Se o Luiz comprar a árvore pra comer, eu planto o tanto que ele quiser.

      1
    • JOÃO PAULO PEGORAROLUÍS EDUARDO MAGALHÃES - BA

      O que tem a ver árvores com chuva?

      4
    • ÁLVARO HENRIQUE MELLO DE SOUZAPONTA PORÃ - MS

      Quer inteligência, nasce outra vez...

      4
    • TIAGO GOMESGOIÂNIA - GO

      É importante termos árvores nos locais adequados, maioria dos agricultores sabem disso. Em escala micro é importante, mas em escala macro - como no caso do regime das chuvas - sabemos que os motivos são outros.

      7
    • CARLO MELONISAO PAULO - SP

      Vou tentar trocar em miudos o comentario do sr Tiago Gomes... As arvores sao muito importantes para preservar os OLHOS D´AGUA, (no micro) mas tambem sao uteis para regularizar o regime de chuva porque pegam a agua armazenada nas camadas profundas da terra e devolvem a umidade para o ar (macro)... A estupidez está no IBAMA que dificulta pequenas praticas agricolas... Sao regras sem logicas que dificultam as arvores isoladas no meio da lavoura, limpeza de corregos e aguas empoçadas, e transformam o agricultor em escravo...

      1
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Sr. Meloni, novamente te parabenizo pela lucidez e sensatez. De novo, assino embaixo.

      0
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Esses burocratas que vivem de dinheiro de espoliação, principalmente da classe pobre (que tem de pagar impostos até para comer e alimentar os filhos), acham que sabem como fazer para melhorar o mundo... Não sabem nem como viver sem explorar o próximo..., na verdade não sabem de nada e pretendem mandar em todos os outros que vivem sem escorar em ninguém.

      0