Soja cai forte em Chicago com incerteza sobre China x EUA e menor competitividade do produto americano

Publicado em 06/03/2019 17:36
582 exibições
Prêmios da soja americana sobem nos portos refletindo as dificuldades logísticas do momento. Além disso, perda de qualidade, com a oleaginosa apodrecendo nos armazéns lotados, também reduzem potencial do produto no mercado internacional, especialmente frente á demanda chinesa.
Eduardo Vanin - Analista de Mercado da Agrinvest

Podcast

Entrevista com Eduardo Vanin - Analista de Mercado da Agrinvest sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

Nesta quarta-feira (06), os preços da soja voltaram a cair de forma significativa na Bolsa de Chicago (CBOT), com perdas de mais de 11 pontos nos principais vencimentos.

Eduardo Vanin, analista de mercado da Agrinvest, ressalta que a falta de definição quanto à guerra comercial entre Estados Unidos e China continua influenciando as movimentações. Entretanto, o produtor norte-americano está menos competitivo do lado fundamental.

A alta dos prêmios no mercado dos Estados Unidos, principalmente para a soja, não faz sentido diante da realidade de exportação dos produtores locais neste momento, como visualiza Vanin.

No caso do trigo e do milho, os produtores precisam vender, mas há outras origens mais baratas e, portanto, competitivas no mercado.

Na visão do analista, o acordo entre Estados Unidos e China precisaria contemplar a retirada da tarifa de 25%. Sem esse ponto chave, o andamento das cotações até esse momento não mudaria.

Enquanto isso, os produtores brasileiros, diante da situação de perda de safra e aumento de custos, estão se afastando dos negócios.

Por: Carla Mendes e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Virgilio Andrade Moreira Guaira - PR

    A Bolsa de Chicago vai perdendo importância aos poucos !

    0