Dia de correção técnica para a soja em Chicago após altas acumuladas de mais de 10% no final de maio. Mercado segue indefinido

Publicado em 05/06/2019 16:58
3876 exibições
Tecnicamente mercado da soja ainda pode cair entre 30 e 40 pontos, mas fundamentos ajudam a dar suporte
Luiz Fernando Gutierrez Roque - Analista da Consultoria Safras & Mercado

Podcast

Entrevista com Luiz Fernando Gutierrez Roque - Analista da Consultoria Safras & Mercado sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

 

LOGO nalogo

Nesta quarta-feira (05), o mercado da soja encerrou o dia com queda de 12 pontos nos principais vencimentos na Bolsa de Chicago (CBOT).
Luiz Fernando Gutierrez, analista da Safras & Mercado, aponta que não existe um motivo fundamental forte que esteja impulsionando esse movimento, mas que há uma realização de lucros atrasada, já que Chicago teve valorização de 10% na segunda quinzena de maio.
Essa alta de maio, segundo Gutierrez, foi muito considerável para pouco tempo - logo, seria natural que o mercado realizasse lucros antes de continuar qualquer movimento, ainda mais com as indefinições que estão no caminho.
A questão da nova safra norte-americana e a guerra comercial entre China e Estados Unidos ainda pesam no mercado e nada garante que a CBOT irá continuar a subir no segundo semestre.
Se houver clima negativo para as lavouras norte-americanas, haverá o problema de desenvolvimento e, consequentemente, a alta no mercado, de forma que essas questões devem ser acompanhadas de perto.
Além disso, há um mau humor instalado por conta das ameaças de Donald Trump de impor taxas ao México, que é um grande importador de commodities agrícolas do país.
Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário