Condições climáticas e rentabilidade para soja 19/20 deixam produtores de Itambé/PR em alerta

Publicado em 22/08/2019 12:54 e atualizado em 22/08/2019 18:00
1198 exibições
Possível atraso nas chuvas pode atrapalhar o início da semeadura da próxima safra de verão no município. Aumento de 15% nos insumos e queda nos preços para vendas futuras também deixam os produtores apreensivos.
Valdir Edemar Fries - Produtor Rural - Itambé-PR

Podcast

Condições climáticas e rentabilidade para soja 19/20 deixam produtores de Itambé/PR em alerta

Download

LOGO nalogo

Os produtores de Itambé no Paraná já estão preocupados com as condições climáticas para a implementação da próxima de soja na região. Como a maior parte dos agricultores já adquiriu seus insumos, a preocupação fica mesmo por conta das chuvas.

Segundo o produtor rural Valdir Edemar Fries, este inverno está muito seco e com poucas chuvas registradas. A situação preocupa pois isso impede a germinação das ervas daninhas neste momento, e pode levar este surgimento para mais próximo da data de plantio.

A própria data de semeadura também preocupa, com a possibilidade de os trabalhos serem atrasados no aguardo de uma melhor condição de umidade do solo, o que poderia prejudicar a janela para o milho safrinha e a possibilidade de realizar uma terceira safra como neste ano.

Fries também comenta que o custo de produção aumentou cerca de 15% na região devido aos preços dos insumos que subiram e os patamares de vendas futuras, que no ano passado eram de até R$ 85,00 neste período, hoje ficam próximos dos R$ 75,00. Sendo assim, as vendas para a próxima safra de soja 2019/20 estão em ritmo lento até agora.

Trigo

Com o clima e as janelas de plantio ajudando, os produtores de Itambé puderam apostar em uma terceira safra neste ano, com o cultivo do trigo após a colheita do milho safrinha.

Valdir conta que o desenvolvimento das lavouras é satisfatório até o momento, já que o trigo, plantado mais tarde, conseguiu escapar dos efeitos mais severos das geadas do inverno.

Confira a íntegra da entrevista com o produtor rural de Itambé/PR no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário