Conferência em SP discute importância de ampliar relação comercial Brasil-China

Publicado em 09/09/2019 11:56 e atualizado em 09/09/2019 13:31
613 exibições
Diretamente da Conferência Anual do Conselho Empresarial Brasil-China em São Paulo, jornalista do Notícias Agrícolas, Carla Mendes, repercute o que já foi tratado no evento pelas autoridades presentes e comenta o que ainda será discutido nos paineis setorizados.
Carla Mendes - Jornalista

Podcast

Entrevista com Carla Mendes - Jornalista sobre as Relações Brasil x China

Download

LOGO nalogo

A jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas, participa nesta segunda-feira (9) da Conferência Anual do Conselho Empresarial Brasil-China em São Paulo. A conferência na capital Paulista discute importância de ampliar relação comercial Brasil-China. 

O evento tem como principal objetivo analisar e ampliar as relações comerciais entre o Brasil e a China e tem a presença de diversas autoridades. O presidente em exerício, Hamilton Mourão e fez a palestra de abertura. "Já são parceiros de longa data, mas o que se discute aqui nesse momento, é como isso poder ser itensificado", afirma a jornalista. 

Carla ressaltou ainda que Mourão aproveitou o espaço para destacar as proteínas brasileiras e o aumento que está confirmado para exportação de carne bovína, suína e de frango. Reforça ainda que a exportação de carne suína deverá ter um aumento maior ainda em função da Peste Suína Africana. 

China habilita 25 estabelecimentos do Brasil para exportações de carne, diz governo

Durante o período da manhã, o evento debateu ainda as relações entre China e os Estados Unidos, que travaram uma guerra comercial nas últimas semanas, destacando a importância do Brasil diante do cenário atual. "A dificuldade de avançar com os EUA fez com que a China tivesse que olhar com mais cuidados para outros mercados", comenta a jornalista. 

Ainda falando entre China e Estados Unidos, Carla Mendes destaca que o impasse e instabilidade política, traz um impacto na ecomia global de forma muito agressiva. "A instabilidade política gera muito prejuízo econômico. Então não é bom para nenhum dos lados e principalmente para a economia global", ressalta. 

 

Por: Carlas Mendes, Guilherme Dorigatti e Virgínia Alves
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário