China compra 3,6 mi/t de soja dos EUA nesse início de ano comercial, volume 3 vezes maior que no mesmo período do ano passado

Publicado em 04/10/2019 17:18 e atualizado em 04/10/2019 19:25
1623 exibições
Apesar do avanço, volume ainda está muito abaixo da média de 5 anos, de quase 10 milhões de toneladas
Adriano Gomes - Analista da AgRural

Podcast

Entrevista com Adriano Gomes - Analista da AgRural sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

A semana encerrou positiva para o mercado da soja, os preços nesta sexta-feira (4) fecharam com pequenas altas de pouco mais de 4 pontos nos principais contratos, levando o novembro a US$ 9,16 e o maio/20, referência para a safra brasileira, a US$ 9,50 por bushel. Nos últimos dias o mercado atuou tendo boas notícias, principalmente aquelas ligadas à demanda da China nos EUA.  

De acordo com Adriano Gomes, analista da AgRural, as compras chinesas acumulam 3,6 milhões de toneladas nesse início de ano comercial nos Estados Unidos. Bem acima dos 1,3 mi. de toneladas vendidos no mesmo período do ano passado, o que demonstra que a reaproximação entre os dois países tem tido um bom efeito nas vendas americanas.

No Brasil, o dólar encerrou os negócios marcando sua mínima em seis semanas. E assim, os valores da soja praticados nos portos do país também terminaram a semana registrando leves ganhos. No porto de Paranaguá, a soja disponível fechou com R$ 87,50 e em Rio Grande, com R$ 86,70, subindo respectivamente 0,57% e 0,58%. Para a safra nova, altas de 0,71% e 0,58%, levando os indicativos a R$ 85,60 no terminal paranaense e a R$ 86,50 no gaúcho. 

Por: Aleksander Horta e Ericson Cunha
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário