Soja em Chicago segue em alta com notícias de compras chinesas nos EUA e recuo do dólar

Publicado em 09/12/2019 17:52
2251 exibições
No Brasil, alta em Chicago é anulada pelas quedas do dólar e dos prêmios
Adriano Gomes - Analista da AgRural

Podcast

Entrevista com Adriano Gomes - Analista da AgRural sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

Nesta segunda-feira (09), o mercado da soja encerrou mais uma sessão em campo positivo, com os patamares de preços da maioria dos principais vencimentos voltando aos US$ 9. Desta forma, o mercado reage aos indícios de uma trégua na guerra comercial entre EUA e China, com o país asiático liberando mais lotes de compras de soja e carne suína americana.

Na análise de Adriano Gomes, analista da AgRural, a baixa do dólar no Brasil, que fechou a R$ 4,12, também foi um fator que complementou as altas vistas em Chicago. Desta forma, a commodity acumula, em cinco sessões, uma alta de aproximadamente 36 pontos. 

Segundo o analista, em 02/12, a referência mínima para o contrato janeiro/20 estava em US$ 8,67. Se esse valor tivesse superado a mínima para a mesma referência em setembro deste ano, que foi de US$ 8,65, haveria espaço para que os contratos tivessem uma tendência de queda.

No Brasil, os preços da soja subiram nesta segunda-feira, tanto nos portos, quanto no interior do país. As cotações encontraram espaço para os ganhos nas altas observadas na Bolsa de Chicago, haja vistas que o dólar e os prêmios recuaram neste início de semana. 

Por:
Aleksander Horta e Ericson Cunha
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário