Ijuí/RS já tem quebra de 50% na soja e precisa de chuvas nos próximos 10 dias para não perder toda produção

Publicado em 09/03/2020 14:40
1042 exibições
Para o milho, município também tem perdas significativas e é preciso chuvas de pelo menos 100 milímetros para amenizar situação
Ércio Luiz Eickhoff - Presidente do Sindicato Rural de Ijuí/RS

Podcast

Entrevista com Ércio Luiz Eickhoff - Presidente do Sindicato Rural de Ijuí/RS sobre a Realidades da Safra - SOJA

Download

LOGO nalogo

Os sojicultoires de Ijuí (RS) e região já amargam uma quebra de, pelo menos 50% na produção de soja devido às faltas de chuva. Segundo Ércio Luiz Eickoff, presidente do Sindicato Rural do município, a área precisa de chuvas acima de 100 milímetros nos próximos oito ou dez dias para que os produtores consigam salvar o que restou. 

Conforme Eickoff explica, as lavouras de soja plantadas no cedo têm hoje em torno de 45% a 50% de perdas por causa da estiagem, e devem colher entre 10 a 30 sacas por hectare, dependendo da prorpiedade, já que algumas delas tiveram algum volume de chuva.

"Essas mesmas lavouras no ano passado, começaram  a colheita retirando entre 60 a 70 sacas por hectare", lamenta. 

De acordo com o presidente do sindicato, se os próximos dez dias continuarem secos, as lavouras de ciclos médio e tardio serão afetadas, porqye estarão na formação de grãos.

"Se não chover nos próximos dias, as perdas para estes produtores poderão ser bem maiores. Pode ser que em lavouras tardias o sojicultor nem consiga colher". 

Em relação ao milho, Eickoff conta que a região perdeu tudo. "Não temos muitas lavouras plantadas comercialmente. A maioria das são para silagem, e foi praticamente perdidas. O produtor apostou na safrinha para amenizar o problema e agora está perdendo totalmente a safrinha também".

A estimativa, segundo ele, é que a perda do milho esteja entre 70% a 80%.

 

Por:
Virgínia Alves e Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário