Colheita da soja avança em Cristalina-GO com boa produtividade

Publicado em 20/03/2020 15:51
1304 exibições
Segundo presidente do Sindicato Rural, ano é positivo, já que o produtor fez o custo da safra com o dólar baixo e agora deve lucrar com a produtividade acima do esperado e dólar alto
Alécio Maróstica - Presidente Sindicato Rural de Cristalina - GO

Podcast

Entrevista com Alécio Maróstica - Presidente Sindicato Rural de Cristalina - GO sobre as Realidades da Safra - SOJA

Download

LOGO nalogo

"Esse ano foi um dos melhores que nós vimos em relação ao desenvolvimento". É assim que Alécio Maróstica, presidente do Sindicato Rural de Cristalina, em Goiás, classifica a safra de soja 2019/20. De acordo com ele, as chuvas vieram no momento certo, na quantidade certa, garantindo o desenvolvimento das lavouras e produtividade acima do esperado.

Conforme Maróstica explica, a expectativa anterior de média de produtividade para o município era de 54 sacas por hectare, e agora, com cerca de 70% da soja colhida, a estimativa subiu para 58 sacas. 

Segundo o presidente do Sindicato, o manejo das lavouras também foi tranquilo, cuidando para evitar o desenvolvimento da ferrugem. "O manejo foi bom, porque não era uma chuva intermitente, e o produtor fez as aplicações dos fungicidas e o controle de pragsa como se deve".

Em relação às negociações, cerca de 75% da safra já foi comercializada, com preço médio de R$ 77 a saca, valor classificado por Maróstica como positivo. "O preço está muito bom por causa do dólar, fizeram custo com o dólar lá em baixo e agora estão vendendo com o dólar alto", disse.

MILHO SAFRINHA

O trabalho de plantio da safrinha de milho já foi encerrado em Cristalina, conforme explica o presidente do Sindicato. Dos cerca de 90 mil hectares de área de milho no município, cerca de 70% bé de irrigação, e já se desenvolve bem.

O restante de milho em área de sequeiro finalizou o plantio há cerca de 10 dias, e mesmo com certo atraso, Maróstica explica que há previsões de boas chuvas para abril até o início de maio, e isso deve garantir uma boa safra, estimada em torno de 100 sacas por hectare, em média.

 

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário