Flávio França: Novas compras chinesas de soja americana animam Chicago e cotações sobem forte

Publicado em 30/04/2020 17:50 e atualizado em 30/04/2020 19:30 2418 exibições
Flávio França Jr. - Chefe do Setor de Grãos da Datagro Consultoria
Prêmios em alta no Brasil ultrapassam os praticados no Golfo do México e melhoram competitividade da soja americana

Podcast

Fechamento de Mercado da Soja - Entrevista com Flávio França Jr. - Chefe do Setor de Grãos da Datagro Consultoria

Download

DATAGRO REVISA PARA BAIXO ESTIMATIVA DE PRODUÇÃO DE SOJA E AJUSTA PARA CIMA A DO MILHO

São Paulo, 30/04/2020 - A consultoria Datagro revisou para baixo sua estimativa para a safra 2019/20 de soja, que deve ser de 121,26 milhões de toneladas, e ajustou para cima a de milho, para 102,18 milhões de t, considerada a produção no verão e na safrinha.

Apesar de menor que as 121,92 milhões de toneladas de soja da última estimativa, o volume projetado agora é 2% superior ao colhido na temporada anterior. A área plantada saltou para 36,92 milhões de hectares, com aumento de 3%, mas o rendimento médio caiu de 3.306 quilos por hectare, ante os 3.289 kg/ha previstos no levantamento anterior.

O coordenador de Grãos da Datagro, Flávio França Junior, explicou em nota que as condições climáticas para o desenvolvimento da safra foram "um pouco piores" do que na safra passada, com perda na produtividade média em 5 dos 15 principais estados produtores, em especial no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

A safra 2019/20 de milho no Brasil, projetada em 102,18 milhões de toneladas, supera os 101,93 milhões de t no último levantamento, e pouco acima do recorde da safra passada de 102,08 milhões de t. A área tem previsão de 18,39 milhões de hectares, 4% acima dos 17,66 milhões de ha do ano que passou.

A área de milho na 1ª safra foi revisada para 4,40 milhões de hectares, ante 4,42 milhões de ha no último levantamento. A produtividade foi estimada em 5.815 kg/ha ante previsão anterior, de 5.823 kg/ha. Segundo a Datagro, a colheita do milho de verão caminha para a finalização, com 97,9% da área colhida na região Centro-Sul do Brasil até o dia 24 de abril.

No caso da safrinha de milho, a Datagro prevê área de 13,99 milhões de hectares, 4% superior aos 13,39 milhões de ha do ano passado. A 2ª safra tem estimativa de produção de 76,58 milhões de t ante 76,21 milhões de t do levantamento anterior. A produtividade estimada é de 5.473 kg/ha ante 5.478 kg/ha no mês passado.

EUA VENDEM 1,08 MILHÃO DE TONELADAS DE SOJA DA SAFRA 2019/20 NA SEMANA

São Paulo, 30/04/2020 - Exportadores dos Estados Unidos venderam 1,08 milhão de toneladas de soja da safra 2019/20 na semana encerrada em 23 de abril, informou o Departamento de Agricultura do país (USDA) em relatório divulgado há pouco. O volume representa alta de 213% ante a semana anterior e supera expressivamente a média das quatro semanas anteriores.

Na semana, os principais compradores foram China (618,1 mil t), Egito (194 mil t), Indonésia (66,2 mil t), México (42,9 mil t) e Marrocos (28,5 mil t).

Para a safra 2020/21, foram comercializadas 105 mil toneladas para México (104 mil t) e Tailândia (1 mil t).

O resultado da soma das duas safras na semana ficou dentro das estimativas de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam vendas entre 700 mil toneladas e 1,42 milhão de toneladas.

Os embarques do período somaram 570,3 mil toneladas. O volume é 8% maior que o reportado na semana anterior e 21% superior à média das quatro semanas anteriores. Os principais destinos foram México (139,8 mil t), Egito (129 mil t), Japão (81 mil t), Indonésia (77,8 mil t) e Marrocos (28,5 mil t).

EUA VENDEM 1,36 MILHÃO DE TONELADAS DE MILHO DA SAFRA 2019/20 NA SEMANA

São Paulo, 30/04/2020 - Exportadores dos Estados Unidos venderam 1,36 milhão de toneladas de milho da safra 2019/20 na semana encerrada em 23 de abril, informou há pouco o Departamento de Agricultura do país (USDA). O volume representa alta de 87% ante a semana anterior e de 19% em relação à média das quatro semanas anteriores.

Na semana, os principais compradores foram México (544,7 mil t), Japão (199 mil t), Coreia do Sul (196,9 mil t), Israel (154 mil t) e Colômbia (136,6 mil t), que compensaram os cancelamentos feitos por destinos não revelados (83 mil t) e República Dominicana (3,8 mil t).

Para a safra 2020/21, foram vendidas 339 mil toneladas para o México (288,2 mil t), Jamaica (24 mil t) e Japão (21,3 mil t).

O resultado da soma das duas safras na semana ficou acima das estimativas de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam vendas entre 500 mil toneladas e 1,45 milhão de toneladas.

Os embarques do período somaram 1,051 milhão de toneladas. O volume representa alta de 27% ante o registrado na semana anterior, mas queda de 9% ante a média das quatro semanas anteriores. Os principais destinos foram Japão (405 mil t), Coreia do Sul (263,2 mil t), México (190,1 mil t), Colômbia (52,5 mil t) e República Dominicana (31,6 mil t).

Por:
Aleksander Horta
Fonte:
Notícias Agrícolas/AgenciaEstado

0 comentário