Rio Grande do Sul produziu 9,3 milhões de toneladas de soja a menos do que o esperado e deixou de acumular até R$ 13 bilhões

Publicado em 05/06/2020 11:25 1167 exibições
Décio Teixeira - Presidente Aprosoja RS
Aprosoja RS busca junto aos governos e aos bancos facilitar renegociação de dívidas e prorrogação de parcelas dos produtores gaúchos. Aposta agora é para safra de inverno na busca por rentabilidade

Podcast

Rio Grande do Sul produziu 9,3 milhões de toneladas de soja a menos do que o esperado e deixou de acumular até R$ 13 bilhões

Download

LOGO nalogo

A safra de soja 2019/20 do Rio Grande do Sul é classificada pela Aprosoja RS com um das piores da história do estado, após a produção ser 9,3 milhões de toneladas menor do as 19,8 milhões estimadas inicialmente.

Segundo o presidente da Aprosoja RS, Décio Teixeira, essa redução na produção deixou de movimentar até R$ 13 bilhões para a economia do Rio Grande do Sul e deve ter impacto também nas cadeias produtoras de frangos e suínos, já que vai faltar farelo de soja para atender esta demanda.

O milho também foi afetado pela estiagem e produziu entre 31 e 35% menos do que o esperado. Teixeira destaca que a quantidade colhida não será suficiente para abastecer o mercado interno do estado e será necessário buscar cereal de outras localidades.

Diante deste cenário, o produtor gaucho aposta na safra de inverno para tentar reequilibrar as contas e a Aprosoja RS acredita em boas condições para o desenvolvimento do trigo, apesar de que, neste momento, o excesso de chuvas prejudica o plantio.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente da Aprosoja RS no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário