Escolha da cultivar correta elevou a produtividade média da soja em até 38 sacas por hectare no RS

Publicado em 13/07/2020 12:02 1285 exibições
Elmar Konrad - Vice-presidente da Farsul e coordenador das Comissões de Grãos
Estudo realizado pela Farsul analisou o desempenho de 39 cultivares diferentes, entre os ciclos precoce, médio e tardio em 8 regiões do estado, todas semeadas nas mesmas épocas, com a mesmas tecnologias e aplicações.

Podcast

Escolha da cultivare correta elevou a produtividade média da soja em até 38 sacas por hectare no RS

Download

LOGO nalogo

O Sistema Farsul e a Fundação Pró-Sementes realizaram mais uma edição do estudo de cultivares de soja para a safra 2019/20. O levantamento foi realizado com 39 cultivares diferentes entre ciclos precoces, médios e tardios em 8 regiões do Rio Grande do Sul, que abrangem as 3 micro regiões produtoras do estado.

O resultado mais discrepante foi observado no município do Vacaria, os a diferença da pior cultivare para a melhor ficou em 38 sacas por hectare. Em termos financeiros, essa diferença representaria R$ 3.610,00 a mais por hectare.

Segundo o vice-presidente da Farsul, Elmar Konrad, o estudo reforça a necessidade dos produtores seguirem os princípios técnicos básicos e escolher as melhores cultivares dentro de cada um dos ciclos, dividindo as lavouras com 30% precoces, 40% médios e cerca de 20% tardios.

“Ele faça o escalonamento não só de cultivares, mas também de grau de maturação que pegue o grupo 1, 2 e 3. Porque se a estiagem acontecer em um ciclo de 30 dias ela pega o período reprodutivo em cheio. Então assim ele não arrisca ganhar o todo, mas também não arrisca perder o todo”, diz Konrad.

Para o estudo, as semeaduras das áreas foram realizadas nas mesmas datas, seguindo o calendário normal do estado, uma bateria em outubro e outra em novembro.

A expectativa da Farsul é manter o estudo, que é realizado desde a safra 2008/09 e ampliar o número de regiões participantes para as próximas edições.

Confira a íntegra da entrevista com o vice-presidente da Farsul no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário