Plantio da soja já começou no Paraguai, mas 90% do país ainda não têm boas condições de semeadura

Publicado em 21/09/2020 11:12 e atualizado em 21/09/2020 13:20 729 exibições
Eno Michels - Presidente da APS
Produtores paraguaios aguardam confirmação das chuvas previstas para esta semana antes de lançar as sementes para a safra 2020/21. Custo de produção foi menor neste ano, mas rentabilidade vai depender do volume da produção

Podcast

Plantio da soja já começou no Paraguai, mas 90% do país ainda não têm boas condições de semeadura

Download

LOGO nalogo

A safra 2020/21 de soja já começou no Paraguai com o início dos trabalhos de plantio na parte sul do país. Apesar disso, mais de 90% das lavouras paraguaias ainda não tem condições ideais de semeadura e os produtores aguardam a chegada das chuvas.

Segundo o presidente da APS (Associação dos Produtores de Soja, Oleaginosas e Cereais do Paraguai), Eno Michels, existem previsões de precipitações por volta do dia 25 de setembro, mas apenas com 50% de chances de se concretizarem. Sendo assim, a recomendação aos produtores é que aguardem e não comecem a plantar sem as chuvas garantidas.

Neste ciclo, o Paraguai deve repetir a área cultivada com a oleaginosa em cerca de 3,5 milhões de hectares e atingir produção entre 10 e 10,5 milhões de toneladas. Michels destaca que, com o plantio devendo acontecer em outubro a janela ainda é favorável para a soja, mas começa a preocupar para a segunda safra de milho em 2021.

A liderança aponta ainda que os custos de produção para esta safra foram menores do que a anterior e que as recentes altas na Bolsa de Chicago favorecem as vendas em dólar no Paraguai, que entra na safra pouco vendido. A rentabilidade vai depender por tanto das condições climáticas para se ter grandes produções.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente da APS no vídeo.

Leia Mais:

+ Plantio da safra de soja 20/21 já começou no Mato Grosso para produtores irrigados em Sorriso

+ Vazio sanitário no MS se encerra amanhã, mas somente 5% dos produtores devem conseguir iniciar o plantio da soja em setembro

+ Marcos da Rosa fala sobre o fim do vazio no MT, que ainda não tem condições de plantio

+ Cuidado com a semeadura da soja deve ser redobrado porque pode faltar semente para replantio, alerta Aprosoja PR

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário