Projeções da Conab para a próxima safra são tímidas e para analista números podem superar 280 mi/t , com soja batendo 136 mi/t

Publicado em 08/10/2020 17:24 e atualizado em 08/10/2020 19:13 3942 exibições
Carlos Cogo - Sócio-Diretor da Consultoria Cogo Inteligência em Agronegócio
Mercado da soja em Chicago recua, mesmo com fatores positivos no dia

Podcast

Entrevista com Carlos Cogo - Sócio-Diretor da Consultoria Cogo Inteligência em Agronegócio sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

Apesar das altas significativas ao longo do dia, o mercado da soja fechou esta quinta-feira (08) em campo negativo. Os contratos para novembro de 2020 fecharam em US$ 10,50, com queda de 1 ponto, já os contratos para maio de 2021 caíram 7,25 pontos, sendo negociados a US$ 10,17.

Ao longo do dia, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) confirmou vendas de 626,4 mil toneladas de soja. Desse total, a China demandou  374 mil toneladas de soja americana com entrega  programada para a temporada 2020/2021. Apesar da presença chinesa no mercado, o mercado agora fica à espera do relatório do USDA de amanhã, que trará os números de oferta e demanda.

Para Carlos Cogo, consultor da Cogo Inteligência em Agronegócio, não há indícios de que a queda de hoje seja uma tendência baixista. Segundo ele, o mercado deve se firmar no patamar dos US$ 10 por bushel, já que fatores climáticos na América do Sul e a demanda chinesa devem continuar sustentando os preços.

Veja também:

+ Vendas semanais de soja nos EUA vem com números acima do esperado pelo mercado

+ USDA confirma vendas de mais 600 mil toneladas de soja americana nesta quinta-feira (08)

Após as exportações recordes realizadas pelo Brasil, os estoques de passagem para o final de ano devem ficar entre 600 e 400 mil toneladas. Dessa forma, qualquer atraso na safra 20/21 da safra brasileira abre uma brecha para as vendas americanas. Os preços no mercado interno, na faixa de R$ 140 / 160, demonstram que o produto disponível está escasso.

Para Cogo, as estimativas da Conab para a safra brasileira são tímidas, já que segundo ele a metodologia utilizada pela instituição não traz um levantamento completamente atualizado. A previsão da Conab para a safra de grãos 20/21 é de 262 milhões de toneladas, enquanto que o analista acredita que a próxima safra virá acima de 280 mi. de t, com soja batendo 136 mi. de t.

Veja também:

+ Produção de grãos deve superar 268 milhões de toneladas na safra 2020/21, diz Conab

+ Abiove eleva projeções de safras de soja do Brasil; vê recorde de 131,7 mi t em 2021

+ Datagro: Comercialização da safra 2020/21 de soja do Brasil mantém recorde, mas ritmo diminui; vendas de 2021/22 são registradas

+ Aprosoja aponta clima como fator determinante para recorde na safra 2020/21

 

 

 

Por:
Aleksander Horta
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário