HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

IDR-PR começa monitoramento de esporos da Ferrugem Asiática para safra de soja e destaca cenário desfavorável para a doença

Publicado em 15/10/2020 11:19 e atualizado em 15/10/2020 13:39 708 exibições
Edivan José Possamai - Gestor Estadual do Projeto Grãos da IDR-PR
Inverno seco deve contribuir para o atraso no aparecimento dos primeiros casos da doença no estado. Mesmo assim, produtor não deve se descuidar do monitoramento, que nesta safra 2020/21 será realizado por 250 coletores espalhados pelas principais regiões produtoras

Podcast

IDR-Paraná começa hoje o monitoramento de esporos da Ferrugem Asiática para safra de soja e destaca cenário desfavorável para a

Download

LOGO nalogo

O IDR-Paraná inicia nesta quinta-feira (15) o seu programa de monitoramento com coletores de esporos para a Ferrugem Asiática na safra de soja 2020/21. Serão 250 coletores espalhados pelas principais regiões produtoras do estado fornecendo dados para os produtores paranaenses.

Segundo o gestor estadual do projeto de grãos do IDR-Paraná, Edivan José Possamai, essa é a quarta safra em que este monitoramento será realizado e os resultados deste trabalho já são concretos, auxiliando os produtores a detectar o momento da chegada dos esporos na região e quando iniciar as aplicações.

Assim como no ciclo passado, esta safra começa com um cenário pouco favorável ao avanço da Ferrugem, uma vez que o inverno seco contribui para o vazio sanitário eliminar as plantas voluntárias e deve atrasar a manifestação dos primeiros casos.

Mesmo assim, o produtor não pode relaxar e o monitoramento das lavouras é essencial, até mesmo para ajudar em uma aplicação de defensivos mais assertiva. Possamai comenta que 11% dos produtores monitorados na safra passada não precisaram realizar nenhuma aplicação de fungicidas e que, na média estadual, este tipo de aplicação foi reduzido em 33%.

Além da Ferrugem Asiática, o Instituto alerta aos produtores paranaenses para uma possibilidade maior de ocorrência de oídio nas regiões mais ao Sul do estado com mais altitude e mancha alvo nas regiões mais ao norte do Paraná.

Confira a entrevista completa com o gestor estadual do projeto de grãos do IDR-Paraná no vídeo.

Leia Mais:

+ Pesquisa mostra os fungicidas mais eficientes no controle da ferrugem asiática nas safra 2019/20

+ Inverno seco, atraso no plantio e La Niña podem contribuir para reduzir a pressão da ferrugem asiática na soja do Centro-Sul

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário