Soja tem potencial para os US$ 12 em Chicago frente ao alto risco da safra da América do Sul

Publicado em 12/11/2020 17:07 e atualizado em 12/11/2020 17:53 2423 exibições
Guilherme Bellotti - Gerente de consultoria Agro do Itaú BBA
Chicago realiza lucros nesta quinta-feira (12) e fecha em baixa. Porém, cenário positivo, além da preocupação com a oferta sul-americana, se complementa com o balanço apertado de oferta e demanda nos EUA.

Podcast

Entrevista com Guilherme Bellotti - Gerente de consultoria Agro do Itaú BBA sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

Depois de consecutivas e fortes altas, os preços da soja terminaram o dia com baixas de 6 a 8 pontos na Bolsa de Chicago, com os players do mercado realizando parte dos lucros dos últimos dias, como explica o gerente de consultoria Agro do Itaú BBA, Guilherme Belotti. "Vemos um cenário muito positivo para os preços da soja", diz em entrevista ao Notícias Agrícolas nesta quinta-feira (12). 

"Na medida em que tivermos mais notícias de problemas climáticos que possam comprometer a safra do Brasil e também a implementação e desenvolvimento da safra na Argentina o mercado tem espaço para altas ainda maiores", complementa o analista. "Ainda é cedo para falarmos perdas materiais, mas o nível de risco está maior". 

Belotti acredita que os preços têm força, inclusive, para alcançar os US$ 12,00 por bushel na CBOT, dado, além das questões na América do Sul, o apertado balanço de oferta e demanda no cenário norte-americano. E o quadro se agrava com o atraso da nova safra sul-americana. Ainda assim, na análise do Itaú BBA, os olhos das importações chinesas deverão se voltar ao Brasil. 

MERCADO NACIONAL

Para a formação dos preços no mercado brasileiro, o fiel da balança continua a ser o dólar, que é o fator de maior volatilidade, enquanto entre os fundamentos o cenário permanece positivo. "Não vamos conseguir acertar o nível final da taxa de câmbio, portanto, é estar atento às oportunidades e aproveitar as boas relações de troca e minimizar os riscos", orienta Guilherme Belotti. 

Nesta quinta-feira, os preços da soja nacional permaneceram estáveis em quase todas as praças pesquisadas pelo Notícias Agrícolas. O ritmo de negócios continua muito lento, com o foco total do produtor brasileiro sobre o andamento do plantio. 

Nos portos, a soja disponível fechou com R$ 165,00 em Paranaguá e R$ 162,50 em Rio Grande por saca. Para a safra nova, fevereiro 2021, R$ 145,00 e R$ 143,00, respectivamente. Em Santos, safra nova a R$ 145,00/saca. 

Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário