HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Lavouras de soja em Carazinho/RS entram em fase crítica e precisam de chuvas para atingir bom potencial produtivo

Publicado em 25/01/2021 11:03 2343 exibições
Paulo Vargas - Vice-Presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS
Meses de fevereiro e março serão fundamentais para o desenvolvimento das plantas e chuvas terão que se regularizar para garantir bons resultados. Até lá, produtor precisa focar nas aplicações de defensivos contra lagartas e fungicidas

Podcast

Lavouras de soja em Carazinho/RS entram em fase crítica e precisam de chuvas para atingir bom potencial produtivo

Download

LOGO nalogo

A maior parte das lavouras de soja em Carazinho no Rio Grande do Sul estão em fase de floração e entrando no período mais crítico de necessidade de chuvas. Os próximos meses fevereiro e março serão os que as plantas mais irão demandar água.

Segundo o vice-presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS, Paulo Vargas, o potencial produtivo desta safra já foi reduzido em cerca de 10% em função do atraso no plantio e da falta de chuvas no início do ciclo, mas neste momento as lavouras estão bonitas e com qualidade elevação.

Até a colheita, que deverá começar na metade de março e se estender por abril, os produtores precisam focar nos manejos técnicos de controle de lagartas e aplicações de fungicidas para manter o potencial produtivo elevado. “Não adiante ter folha e lavoura bonita e não ter grão no final”, pontua Vargas.

A liderança destaca também que, entre 30 e 35% desta safra já foi negociada com preços médios entre 90 e 100 reais, travando custos desde lá de trás e agora espera que os volumes restantes tenham preços melhores.

Confira a íntegra da entrevista com o vice-presidente do Sindicato Rural de Carazinho/RS no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário