Soja sobe forte em Chicago, tem fôlego para novas altas, mas precisa de novidades para retomar os US$ 14/ bushel

Publicado em 25/01/2021 17:41 e atualizado em 25/01/2021 18:21 3252 exibições
Vlamir Brandalizze - Analista de Mercado da Brandalizze Consulting
No Brasil, preços da soja sobem com altas do dólar e de Chicago, mas ainda estão R$10 abaixo das máximas

Podcast

Entrevista com Vlamir Brandalizze - Analista de Mercado da Brandalizze Consulting sobre o Fechamento de Mercado da Soja

Download

LOGO nalogo

O mercado da soja na Bolsa de Chicago retomou seu fôlego nesta segunda-feira (25) e fechou o primeiro pregão da semana com boas e fortes altas, após a despencada da semana anterior, quando os preços perderam cerca de US$ 1,00 por bushel. As posições mais negociadas terminaram o dia com altas de 21,50 a 31,75 pontos, levando o março a US$ 13,43 e o maio a US$ 13,42 por bushel.

O mercado vem corrigindo parte das intensas baixas da semana anterior, quando os preços chegaram a perder mais de US$ 1,00, focando-se ainda na relação apertade de oferta e demanda mundial. Durante as baixas, analistas e consultores mais de uma vez reiteraram ao Notícias Agrícolas a força que o mercado ainda carregava e que o viés positivo dos preços ainda estava presente entre os negócios, mesmo que novos ajustes fossem registrados. 

Nos EUA já mais de 90% do total estimado para exportação na temporada 2020/21 já comprometido e mais de 60% da nova safra do Brasil - a ser colhida - também já comercializada. E também algumas preocupações, mesmo que pontuais, com o clima em partes da América do Sul. 

Nos portos, os preços subiram bem nesta segunda-feira. Em Paranaguá, alta de 1,23% para R$ 165,00 por saca no disponível e de 1,83% para R$ 167,00 na referência fevereiro/21. Em Rio Grande, 1,24% e 2,50%, respectivamente, para R$ 163,00 e R$ 164,00 por saca. 

 

Por:
Aleksander Horta e Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário