HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Cristalina/GO finaliza plantio da soja esperando bons índices de produtividade, mas vê rentabilidade ameaçada

Publicado em 09/11/2021 10:28 e atualizado em 09/11/2021 11:01 1103 exibições
Alécio Maróstica - Presidente Sindicato Rural de Cristalina - GO
Início da germinação também é positivo para milho e feijão. Por outro lado, alta dos custos de produção pode comprometer a renda ao final do ciclo

Podcast

Cristalina/GO finaliza plantio da soja esperando bons índices de produtividade, mas vê rentabilidade ameaçada

Logotipo Notícias Agrícolas

Restam apenas 5% das lavouras de soja para serem plantadas em Cristalina em Goiás, neste que foi um dos melhores anos para plantio das últimas safras. O plantio das lavouras de milho e feijão também foram positivos até aqui.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Cristalina/GO, Alécio Maróstica, a germinação até o momento está dentro do previsto e a expectativa é atingir produtividade média de 58 sacas por hectare nas lavouras de sequeiro e 86 sacas por hectare nas irrigadas, patamares considerados positivos.

Olhando para as comercializações, Maróstica destaca que muitos negócios antecipados foram fechados lá atrás entre R$ 155,00 e R$ 150,00, mas hoje em dia, com o aumento elevado de custos de produção e preços ao redor dos R$ 140,00 a saca, que ia tem que comprar insumos terá dificuldade para fechar as contas.

Essa condição ruim relação de troca está impactando também as previsões para a segunda safra de milho de 2022. A liderança aponta que, os produtores que ainda não contrataram todos os insumos para a safrinha devem optar por substituir o milho pelo sorgo no ano que vem.

Confira a entrevista completa com o presidente do Sindicato Rural de Cristalina/GO no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

  • Lindalvo José Teixeira Marialva - PR

    Esse ano começa com muitas irregularidades climáticas, fator que pode resultar em redução de produtividade da soja em todo país. Chuvas mal distribuídas, chuvas fortes seguidas de granizo e ventos fortes. Distribuição irregular, chove muito em pouco tempo e chove pouco em muito tempo. Produtor coça a cabeça.

    0