HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Piauí vai encerrando safra recorde de soja em 21/22, mas com preocupação alta para ciclo 22/23

Publicado em 28/03/2022 10:42 e atualizado em 28/03/2022 13:00
Alzir Pimentel Aguiar Neto - Presidente da Aprosoja Piauí
Aprosoja PI destaca que não há como cultivar soja com menos fertilizantes no estado e ritmo do crescimento de área pode ser freado na próxima temporada

Podcast

Piauí vai encerrando safra recorde de soja em 21/22, mas com preocupação alta para ciclo 22/23

Logotipo Notícias Agrícolas

A colheita da safra de soja 2021/22 já avançou para dois terços das lavouras cultivadas no Piauí e está confirmando, e até superando, as boas expectativas iniciais da Aprosoja estadual.

Segundo o presidente da Aprosoja PI, Alzir Pimentel Aguiar Neto, aponta que a área cultivada foi mais de 8% maior do que a da safra anterior 2020/21 e a produtividade está ao redor das 60 sacas por hectare, mais de 10% superior à última, gerando assim mais uma safra recorde no estado.

Até aqui, os produtores piauienses já negociaram entre 60 e 70% desta atual produção com boas condições de vendas, o que, nos cálculos da liderança, garante uma boa relação de troca após a compra de insumos em bons níveis para este ciclo atual.

Já para a safra 2022/23 o cenário é diferente e os custos de produção estão até quatro vezes maiores do que os da 21/22, principalmente com relação aos fertilizantes como cloreto de potássio e fosfatados. 

Ao contrário de outros estados que já tem produção e cultivo em plantio direto consolidados, as áreas novas do Piauí não podem se beneficiar da redução de utilização de fertilizantes. Aguiar Neto destaca que, a redução de insumos vai reduzir produção, então seria melhor não plantar.

Confira a entrevista completa com o presidente da Aprosoja PI no vídeo. 

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário