Boi: Mesmo com geadas no MS, preço se mantem firme no restante do País

Publicado em 30/07/2013 17:00 e atualizado em 30/07/2013 17:49
789 exibições

Maisa Modolo Vicentin
engenheira agrônomo
Scot Consultoria

 

Não há espaço para reajuste negativo de preços em São Paulo.

Porém, em algumas praças vizinhas, como Dourados-MS, as baixas temperaturas dos últimos dias aumentou a oferta de boiadas, o que pressionou o mercado.

O ritmo de negócios é lento

Frigoríficos com boi a termo conseguem trabalhar com escalas de abates mais folgadas, de 6 a 7 dias.

Estas indústrias testam o mercado, tentando pagar menos pela arroba do boi, no entanto, poucos negócios ocorrem nesta situação.

Os demais frigoríficos, que compram somente no mercado diário, continuam com programações de abates mais apertadas, entre 3 e 4 dias.

Em São Paulo, a referência para o animal terminado está em R$103,00/@, à vista, e R$104,50/@, a prazo.

O mercado de carne bovina com osso ficou estável. O boi casado de animais castrados está cotado em R$6,41.

O início do mês e a proximidade do feriado do dia dos pais deve aquecer a demanda por carnes.

Clique aqui e confira as cotações do boi

Fonte: Scot Consultoria

0 comentário