Boi Gordo: Fraca demanda faz mercado permanecer parado

Publicado em 13/08/2013 17:00
726 exibições

A análise do Banco Espírito Santo Research sobre o mercado do boi gordo mostra que, os negócios com boi gordo continuam parados em função da fraca demanda por carne no atacado e no varejo. De acordo com a Scot Consultoria houve algum aumento de oferta no Rio Grande do Sul por conta do frio que comprometeu pastos. Em São Paulo o valor de referência segue em R$101,50/@ a vista.

Abaixo, veja a análise diário da Scot Consultoria:

Boi Gordo: Escalas de abate atendem entre 4 e 5 dias úteis

Hyberville Paulo D´Athayde Neto
médico veterinário
Scot Consultoria

A oferta não está abundante no mercado do boi gordo, mas tem sido suficiente para a manutenção das escalas dos frigoríficos. 

Em São Paulo as ofertas de compra variam de R$98,00/@ a R$102,00/@, à vista. O preço referência está em R$101,50/@, nas mesmas condições.

As programações de abates atendem, em média, de quatro a cinco dias. Os animais de confinamento têm sido fundamentais na composição das escalas.

Empresas que possuem animais negociados a termo estão com programações mais confortáveis.

A dificuldade no escoamento da carne bovina no atacado tem feito com que algumas indústrias diminuam a quantidade de animais abatidos. 

Para os próximos dias, a oferta deve ditar o rumo do mercado, uma vez que a demanda é tipicamente mais fraca na segunda quinzena do mês.

Clique aqui e confira as cotações do boi

 

Fonte: Banco Espírito Santo + Scot

0 comentário