Boi Gordo: Oferta curta em praticamente todas as praças do país, com destaque para SP onde a pressão de alta é maior

Publicado em 26/02/2014 17:00 540 exibições

Alex Santos Lopes da Silva
zootecnista
Scot Consultoria


Mercado firme.

As escalas curtas e a dificuldade para comprar boiadas retratam o cenário vigente em praticamente todas as praças pecuárias do país. 

Em todas as regiões do Brasil houve pelo menos um estado com reajuste nos preços.

Em São Paulo, no entanto, a pressão de alta é maior.

O diferencial de base vem se alongando em relação aos estados vizinhos. A diferença entre o preço das praças paulistas em relação ao Triângulo Mineiro e ao Sul de Goiás está em 8,7%. No início do ano era 6,0% e 6,8%, respectivamente. 

Os negócios de R$121,00/@, à vista, em São Paulo, seguem ocorrendo, embora de forma pontual. Por R$120,00/@, à vista, a compra de boiadas está se tornando cada vez mais comum.

No Mato Grosso do Sul, em Dourados e Campo Grande, existem negócios ocorrendo por R$113,00/@ à vista. 
 
As chuvas no norte do país, que eram escassas e não davam condições de terminação das boiadas em pasto, agora atrapalha os embarques, já que voltou a chover em grande quantidade na região nas últimas duas semanas.

No mercado atacadista, preços estáveis e vendas abaixo do esperado para o período.

Clique aqui e confira as cotações do boi

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário