Análise de mercado do boi gordo

Publicado em 14/01/2010 15:56 1088 exibições

<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

As vendas de carne mais lentas têm feito com que os frigoríficos segurem as compras do gado. Mesmo porque não está tão fácil negociar os animais em função da oferta apenas razoável. Existem especulações em relação ao recuo de preço da arroba nos próximos dias, como reflexo da movimentação mais lenta do mercado de carne. No entanto, a oferta comedida de gado pode anular esta tentativa.

 

Em São Paulo, a maior parte dos negócios com o boi gordo sai por R$75,00/@, a prazo, livre do imposto, e poucas compras foram fechadas em R$74,00/@ e R$76,00/@, nas mesmas condições. A preços mais baixos que R$74,00/@, os negócios travam.

 

As escalas no Estado estão relativamente confortáveis para os frigoríficos de maior porte, que compram um volume significativo de animais do Mato Grosso do Sul por R$70,00/@, a prazo, livre do imposto. Já os frigoríficos paulistas de menor porte trabalham com escalas entre 4 e 5 dias.

 

As chuvas têm atrapalhado o embarque e o transporte dos animais em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Goiás, principalmente. E este pode ser mais um fator para dar sustentação ao mercado nos próximos dias.

 

No mercado atacadista de São Paulo houve recuo no preço do traseiro e as cotações caíram também para a carne sem osso

 

Clique aqui para acessar as cotações do boi gordo.

 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário