Análise de mercado do boi gordo

Publicado em 29/03/2010 17:05 1108 exibições

Hyberville Paulo D’Athayde Neto<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

médico veterinário

Scot Consultoria

 

Mercado firme.

 

O boi subiu em São Paulo, chegando a R$79,50/@, a prazo, livre de imposto, com negócios mais altos dependendo da ocasião. Mesmo com frigoríficos comprando animais nas praças vizinhas, a oferta restrita fez com que os frigoríficos ofertassem mais pelo gado.

 

As escalas atendem, em média, de <?xml:namespace prefix = st1 ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" />3 a 4 dias, com algumas plantas tendo programação para apenas dois dias. Muitas indústrias estão trabalhando com quase todo o abate com matéria-prima de outros estados. Mercado firme também nas praças vizinhas a São Paulo.

 

Após a queda dos preços no Sul do Tocantins na última semana os negócios não fluíram e houve reajuste. O preço do boi gordo voltou para R$73,00/@, a prazo, livre de imposto.

 

A oferta pequena no Sul da Bahia provocou alta nos preços. O boi gordo está cotado em R$71,50/@, a prazo, livre de funrural. Com as chuvas das últimas semanas a condição dos pastos melhorou ligeiramente, isso diminuiu a boa oferta que vinha sendo observada na região há algum tempo. A situação no Oeste do estado é semelhante e a cotação subiu para R$71,00/@, nas mesmas condições.

 

No mercado atacadista houve reajuste apenas para a ponta de agulha para charque, que está com demanda firme.

 

Clique aquipara acessar as cotações do boi gordo.

 

 

 

 

 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário