Análise de mercado do boi gordo

Publicado em 06/04/2010 17:03 1462 exibições

Maria Gabriela O Tonini<?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

médica veterinária

Scot Consultoria

 

 

O mercado paulista apresenta um baixo volume de negócios com o boi gordo.

 

Considerando a oferta enxuta, a sensação é de que os preços precisam subir para possibilitar maior quantidade de negócios, mas os frigoríficos relutam na alta do preço do boi gordo em São Paulo. Apesar disto, houve aumento nas cotações das praças vizinhas ao estado, uma estratégia das indústrias para tentar manter as escalas.

 

Ainda assim, as programações de abate em São Paulo atendem entre 2 e 4 dias (no máximo), com o boi gordo sendo negociado por R$80,00/@, à vista, livre do funrural.

 

Os preços no Mato Grosso do Sul e Goiás subiram, atingindo R$78,00/@, a prazo, livre do imposto. Desde o início de 2009 o preço do gado não atingia este valor.

 

Já no Triângulo Mineiro a cotação está estável, mas o mercado travado e as escalas curtas devem forçar alta no curto prazo.

 

Houve alta no preço do boi gordo no Oeste da Bahia, em função da dificuldade nas compras. No Sul do estado, apesar da estabilidade, existe uma perspectiva de preços maiores.

 

No mercado atacadista de carne bovina, em função da oferta enxuta e do aumento da demanda, os preços subiram 3,4%, em média.

 

 

Clique aqui para acessar as cotações do boi.

 

 

 

 

 

 

Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário