Café-XP: possibilidade de chuva nas regiões produtoras do Brasil derruba os preços

Publicado em 20/09/2010 19:06
466 exibições
Início de semana de forte realização para o café! NY com o vencimento dez/10 caindo 3,88% aos 181,95 e BMF com o mesmo vencimento em 217,30, uma queda de quase 4%. Com essa abertura está respondida a pergunta do relatório de sexta-feira passada. A pergunta era quem venceria, fundamento firme ou gráfico fraco? Venceu o gráfico que já vinha mostrando sinais de fraqueza. Em NY o café abriu em queda mas teve seu movimento acelerado com a perda de diversos suportes, chegou a buscar a segunda retração de fibonacci em 182,50 e foi nela que se segurou. Na BMF perdeu também diversos suportes e se segurou na casa de 215,80, onde entraram algumas compras.

Notícia que ajudou a contribuir com o pregão negativo veio do céu. Existem boas possibilidade de chuvas nas zonas produtoras de café no fim do mês, reduzindo, pelo menos por enquanto, o pavor com relação as floradas da safra seguinte. De outro lado o Goldman Sachs elevou suas estimativas para os preços do café e do açúcar negociados em Nova York, nos próximos três meses. No café o aumento foi de 155,00 para 180,00. Para o restante da semana é importantíssimo que o café não perca esse patamar de preços de NY. Se acontecer poderemos ter continuidade do movimento de queda.

Confira a análise completa: cafe2009.pdf
Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário