Feijão: Referência para o nota 8,5 é de R$ 350,00 no PR e R$ 380,00 no MT

Publicado em 30/05/2016 17:30
169 exibições
Pode ser, pode ser. Pode ser qualquer valor que se imagine para o feijão carioca.

A diferença entre a oferta que teremos e o potencial de consumo nos próximos 30/45 dias deixa margem para todos os tipos de projeções.

Na verdade, os empacotadores em todas as regiões estão ofertando caupis e preto e explicando que os preços e a falta de ofertas no atacado impedem o fluxo normal de oferta. Quem segue procurando atender o varejo passa preços válidos por duas horas.

Pode se dizer que a referência está entre R$ 350,00 no Paraná, para eventuais ofertas de 8,5. No Mato Grosso, os últimos negócios na sexta-feira apontavam até R$ 380,00.

E o mercado tem potencial de fortes oscilações, pois, ainda que não tivéssemos áreas consideráveis de lavouras a serem colhidas no Paraná, as chuvas contribuíram para o ambiente de forte especulação do produtor e de cerealistas.

Em São Paulo, no atacado do Brás, houve oferta de 10.000 sacas e sobravam, às 7h30, 5.000 sacas. Os preços praticados foram R$ 400,00 para o nota 9,5/9, R$ 380,00 para o nota 8,5 e R$ 360,00 para o nota 8.

Para saber mais sobre o mercado de feijão acesse o site do IBRAFE
Tags:
Fonte: IBRAFE

Nenhum comentário