Análise de mercado do feijão

Publicado em 27/05/2010 16:00 676 exibições

FEIJÃO CARIOCA – Com o bom tempo nas fontes mineiras e paulistas está aumentando rapidamente o volume de ofertas,  o que pode trazer um ajuste negativo para o Feijão de nota 9 e acima. Quem colhe mercadoria de boa aparência não se atreve a esperar com preços ao redor de R$150/155 no interior de São Paulo. A mosca branca interferiu  muito na decisão de plantio desta segunda safra e ela vem diminuindo ao longo dos últimos anos, como pode ser visto na matéria publicada ontem no Jornal Estado de São Paulo.  A matéria, bem embasada, registra a tendência de diminuição de área naquele estado. Somada a oferta deste momento em São Paulo e interior mineiro,  o momento é de cautela. Todos estão bem a par do volume total menor neste segundo semestre, porém vender acima de R$ 100 é,  em condições de boa produtividade,  excelente. Como ninguém "quebra" com lucro os preços podem ceder no mercado imediato. Hoje, o volume ofertado em São Paulo foi de 15.100 sacas com saldo de 12.100 Sacas. Sempre lembrando que ninguém sabe quanto está sobre caminhão e quanto está armazenado no interior e que aparece como volume disponível. Os preços naquela praça mantém R$ 150 para o nota 9 e para 8,5 R$ 145.          

FEIJÃO PRETO  -  Se confirmada a previsão de bom tempo a partir de amanhã, na região Sul do Paraná os trabalhos de trilha e, em alguns casos, de colheita direta poderão iniciar-se novamente no próximo fim de semana. Os produtores terão, assim, possibilidade de avaliar a extensão do dano causado pela estiagem e agora pela umidade excessiva. Sabem, porém,  que o feijão terá qualidade muito prejudicada. Com menor venda ao varejista, que recuou esperando baixa de preço, os empacotadores lentamente voltaram ontem a buscar ofertas. Encontraram poucos lotes de qualidade variada, porém, nada efetivamente bom por R$ 75/78 e CIF não menos do que R$ 100. O volume colhido em Salta e Tucuman tende  somente aumentará a partir de agora. Houve a primeira baixa de preços em dólares ontem, quando foi possível encontrar alguns lotes por US$ 750/780 por ton. A qualidade é muito boa e o volume que  será colhido  nessas duas regiões ultrapassará em 20% o volume do ano passado. Ainda assim, dependeremos de trazer todo o Feijão da Bolívia e mais um bom volume da China para atender toda nossa necessidade. 

 

mercado atacadista

 

Preço da Saca de 60 Kg

Clique aqui para ampliar!

 

preco ao produtor


Tags:

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário