Soja: com clima favorável nos EUA, preços encerram a segunda-feira com leve alta em Chicago

Publicado em 28/09/2010 07:18
411 exibições
A falta de notícias relativas a novas e expressivas compras chinesas da oleaginosa norte-americana e previsões climáticas agora favoráveis podem acarretar mudança da tônica do mercado em Chicago, no curto prazo.
Clique aqui para ampliar!

Comentário:

Nesta segunda-feira, vinte e sete de setembro de 2010, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com leves ganhos, na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Estima-se que os fundos de especulação tenham comprado cerca de 3.000 lotes futuros (408.000 toneladas) da oleaginosa, nesta data.

As cotações futuras de soja referentes ao vencimento Novembro/2010 atingiram novo recorde de alta nesta data, em Chicago, considerados os últimos dois anos. Por sua vez, os preços futuros no vizinho pregão de milho registraram perdas significativas. Traders afirmaram que a soja foi beneficiada por operadores de posições em spread, que atuaram vendendo Milho/Dezembro/2010 e simultaneamente comprando Soja/Novembro/2010. Isto a partir do pressuposto de que, mais do que o milho, a soja necessita preservar seus ganhos recentes de forma a evitar perdas significativas de áreas a serem semeadas, na próxima primavera do Hemisfério Norte.

Clima mais propício à colheita de soja nos EUA é esperado até meados da semana em curso, ou pouco  além disso, com características mais secas, na parte oeste do Meio-Oeste (onde os solos estão excessivamente úmidos)., a oeste  do estado de Ohio Esse clima favorável deverá em seguida deslocar-se  também para Ohio e em direção à parte leste do Meio-Oeste (onde não há problemas de solos encharcados). Nos próximos dez dias o clima no Cinturão de Milho e de Soja norte-americano é esperado ser ensolarado e seco - bom para as colheitas.

Os traders e analistas de soja norte-americanos estão procurando acompanhar de perto a situação climática nas principais áreas de sojicultura em nosso país. Estão a par das adequadas e recentes precipitações pluviométricas na região sul do Brasil e informados de previsões de chuvas no estado de Mato Grosso, no começo de outubro próximo. Sabem que essas chuvas em Mato Grosso são muito importantes no sentido de que, se logo confirmadas, permitirão o plantio da oleaginosa ainda (ou quase) na época recomendada, naquele estado.
Tags:
Fonte: SojaNet

Nenhum comentário