Soja: Preços recuam nesta quarta-feira em Chicago com realização de lucros e baixa do milho

Publicado em 14/10/2010 07:03 e atualizado em 14/10/2010 20:32
373 exibições
Clique aqui para ampliar!

Comentário:

Nesta quarta-feira, treze de outubro de 2010, as cotações futuras de soja relativas aos três primeiros vencimentos fecharam com leves perdas, na Bolsa Mercantil de Chicago (CME), conforme a tabela acima. Estima-se que os fundos de especulação tenham vendido cerca de 4.000 lotes futuros (544.000 toneladas) de soja.

Nesta data, conferiram suporte às cotações futuras da oleaginosa (i) o novo recorde histórico das cotações futuras de ouro, (ii) a nova desvalorização do Dólar dos EUA perante outras moedas e (iii) o comunicado do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) de que foram vendidas 297.500 toneladas de soja norte-americana para a China. Da mesma forma, a alta das bases (prêmios) internas referentes às negociações de soja física no mercado disponível (cash) norte-americano de soja foi também percebida como outro fator de suporte.

Entretanto, os três fatores positivos acima apontados de certa forma passaram para segundo plano devido à realização de lucros no pregão futuro de milho em Chicago, o que acarretou o recuo dos preços futuros da forrageira, nesta quarta-feira. Também contou como fator negativo para as cotações futuras de soja a previsão de melhor incidência (e de bons volumes) de chuvas nas regiões afetadas pela estiagem no Centro-Oeste do Brasil, mormente no Mato Grosso, no início da próxima semana (ainda que, durante o fim-de-semana, o clima naquelas regiões seja esperado quente e seco). Vale lembrar ainda que, mesmo se adequadas, tais possíveis chuvas estarão chegando com cerca de 1 ½ mês de atraso, prejudicando o plantio de soja precoce.
Tags:
Fonte: SojaNet

Nenhum comentário