Métodos de amostragem de solos em áreas sob plantio direto no sudoeste goiano

Publicado em 17/03/2014 15:36 1359 exibições
Por Nelson H. D. Acqua, Gilson P. Silva, Vinicius M. Benites, Renato L. de Assis e Gustavo A. Simon

A amostragem de solo é a etapa mais importante do programa de avaliação da sua fertilidade; ressalta-se que a recomendação de corretivos e de fertilizantes é definida a partir da interpretação dos resultados de análises químicas realizadas na amostra. Com o objetivo de avaliar esses resultados em função do método de amostragem amostras de solo foram retiradas em 12 áreas distintas cultivadas há 2, 5 e 10 anos sob o sistema plantio direto. Utilizaram-se o trado holandês e a furadeira elétrica retirando-se as amostras de solo em 3 posições e 2 profundidades e se avaliando a fertilidade do solo em função do tempo de adoção do sistema plantio direto. Constatou-se incremento do teor de P nas áreas cultivadas há 10 anos sob plantio direto, em relação às demais. Os valores de Ca, Mg, P, K, pH, CTC e V apresentaram gradiente de concentração em função do não revolvimento do solo, aplicações superficiais de calcário e adubações na linha de plantio. Os equipamentos de amostragem influíram nos resultados das análises de solo sendo que todos os macronutrientes, com exceção do S, e todos os micronutrientes, apresentaram valores elevados quando amostrados com a furadeira elétrica.

Clique AQUI e leia o trabalho na íntegra. 

Tags:
Fonte:
Fundação Agrisus

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário