Publicidade

Tecnologia como aliada da agricultura sustentável, por Dario Maffei

Publicado em 31/05/2021 13:46 93 exibições

Na última década, a evolução e a transformação tecnológica levaram a agricultura tradicional a repensar frequentemente o porquê de muitos de seus velhos paradigmas. A agricultura moderna está conseguindo, por meio de novas ciências, alavancar a inovação em níveis sem precedentes. O emprego de soluções de ponta permite a redução de custos e torna mais eficiente o uso de recursos, alcançando maior qualidade de produção e melhorando significativamente a rentabilidade do produtor. Mais do que isto, essas soluções ajudam a obter um nível de compreensão nunca antes vivenciado acerca do que acontece na agricultura.

Não há necessidade de debater a relevância do setor no mundo, pois basta lembrar que a agricultura é fonte primária de 100% da nutrição humana e que gera mais de 40% dos empregos, direta ou indiretamente. Apenas este contexto já nos faz entender por que a agricultura é tão fundamental e insubstituivel dentro de nossa economia e na vida das comunidades. Contudo, também é importante reconhecer alguns de seus desafios.

Os índices de consumo de água no mundo indicam que utiliza-se 30% a mais de água potável do que a natureza pode repor, sendo 70% deste excedente destinados à agroindústria. Ao olhar para as emissões de gases de efeito estufa, 28% correspondem às atividades agrícolas.

Observando este cenário, a sociedade, as empresas e os governos têm se preparado e alocado recursos na projeção de um futuro onde o crescimento e a escalabilidade não sejam inversamente proporcionais ao cuidado com o meio ambiente.

Publicidade

O setor agrícola tem um papel imprescindível no desenvolvimento de projetos sustentáveis ​​que valorizem e promovam boas práticas, ajudando não só a mitigar os impactos no ecossistema, como também a potencializar processos produtivos que gerem oportunidades reais de negócios.

As tecnologias digitais de ponta permitem que os dados sejam interpretados, compreendidos e relacionados, aumentando a velocidade, a assertividade e a segurança da cadeia produtiva. Ao mesmo tempo, proporcionam maior rastreabilidade e transparência na conexão entre o produtor e o consumidor, criando canais com menor interferência, onde as mensagens são decodificadas de forma mais eficiente. A outra grande revolução tecnológica, paralela à digitalização, ocorre por meio da biotecnologia. A utilização de microrganismos e outros componentes naturais é essencial para promover a jornada rumo à práticas sustentáveis, proporcionando assim, melhores resultados e minimizando os impactos negativos ao meio ambiente.

Não há dúvida de que a evolução dessas ciências está mudando rapidamente o setor. Novas formas de produzir, financiar projetos e, principalmente, de descobrir, aprender e disponibilizar novas conexões estão surgindo rapidamente. Somos privilegiados por trabalharmos na agricultura, testemunhas e participantes de uma história que vive um ponto de inflexão quase único, onde a indústria evolui para um setor mais completo, ainda mais abrangente e plural. Nesta história, todos assumimos responsabilidades novas e mais relevantes que, simultaneamente, estimulam a criação de um mundo sustentável a longo prazo. A biotecnologia e a digitalização estão ajudando esta história, antes vista como utopia, a se tornar realidade. E, felizmente, o binômio tecnologia-sustentabilidade é justamente a chave para avançarmos com a agenda do futuro do agronegócio.

* Dario Maffei é CEO LATAM da Indigo

Por:
Dario Maffei

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário