Consultores são os principais responsáveis pela difusão da tecnologia no agro, por Leandro Paz

Publicado em 30/11/2021 14:48 31 exibições
Leandro Paz, gerente de desenvolvimento de novos negócios do Farmbox

Atualmente, estamos vivenciando a chamada agricultura 5.0, na qual a temos a inclusão de ferramentas digitais no agronegócio. O mercado agrícola, de maneira geral, vem respondendo de maneira positiva em relação à digitalização e os consultores são os principais responsáveis pela difusão dessas novas tecnologias no campo.  Isso porque eles estão em contato constante e apresentam credibilidade junto a produtores e representantes de revendas de insumos ou cooperativas

Os produtores rurais apresentam um perfil um pouco diferente do que víamos alguns anos atrás, querendo constantemente sair do padrão, buscar mais resultados e aumento de eficiência em cada processo executado. Essa nova geração de agricultores é mais conectada, mais aberta a novas ideias. Trata-se de uma geração que está assumindo cargos importantes, e com isso, grandes responsabilidades.

Com isso, os consultores ganham força e demonstram um novo jeito de gerar valor durante os atendimentos a cada cliente. Eles são os responsáveis por levar soluções inovadoras, apresentar as novas possibilidades que a tecnologia oferece e proporcionar o avanço de cada produtor atendido. Isso pode fazer toda a diferença nos resultados de ambas as partes.

As ferramentas digitais podem ser usadas pelo próprio consultor, para que ele construa uma visão integrada da propriedade, acompanhando a lavoura, registrando monitoramentos, recomendando aplicações e apresentando resultados baseados em dados, ou por meio de indicações, levando as tecnologias para que o produtor utilize internamente.

A quantidade de informações agronômicas geradas pelos consultores durante suas visitas é essencial para o embasamento de suas próprias recomendações. É fundamental que todos esses dados estejam disponíveis e dispostos de uma maneira simples de analisar, por meio dessas tecnologias.

Esses dados trazem uma gama de informações muito valiosas para o consultor. Com essas informações de campo, o responsável técnico consegue, por exemplo, identificar qual a planta daninha, praga ou doença que está causando maior dano na região. Isso traz a possibilidade de o consultor posicionar a equipe de campo com as melhores estratégias e se antecipar frente à procura de produtos que serão necessários em cada manejo.

Isso faz toda a diferença no manejo do produtor, que terá uma estratégia eficiente obtida junto ao consultor, mas também impacta positivamente no planejamento para aquisição de insumos, que ganha uma maior previsibilidade e eficiência na gestão de seus ativos.

Com o avanço da tecnologia, ferramentas digitais começaram a ganhar relevância no registro de informações e aplicativos específicos deixam muito mais dinâmica a forma como o consultor faz seus registros. É possível apontar dados agronômicos e relacionar as informações coletadas com o talhão em que elas foram obtidas. Além disso, ganham tempo, pois não precisam mais criar os relatórios de visita, que são gerados automaticamente e liberados para os produtores.

Possuir todas essas ações documentadas em um software de campo faz com que toda essa gama de informações, toda a estratégia traçada pelo consultor, fique registrada de uma maneira prática e dinâmica, para que possa compartilhar os resultados obtidos com suas recomendações.

Assumir a responsabilidade das recomendações e entregar os resultados de cada decisão do consultor pode trazer uma relação de confiança ainda mais forte com o produtor. O reflexo disso, é que o consultor tem cada vez mais influência nas decisões, além de ressaltar o propósito desse trabalho conjunto entre revenda/cooperativa e produtor rural, que é auxiliar os agricultores a conquistar ótimos resultados ao final de cada safra.

Tags:
Por:
Leandro Paz

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário