Brasil irá dispor de novo porto de mar em Belém, no Amazonas, para exportar soja

Publicado em 22/02/2012 05:04 708 exibições

As autoridades portuárias do Brasil estão a estudar a construção de um novo porto na região do Amazonas que passaria a ser a principal porta de saída da soja produzida no país, noticiou sábado o jornal Folha de São Paulo.

O porto do Outeiro, a ser construído perto de Belém, a maior cidade da região amazónica do Brasil, terá uma capacidade inicial de 18 milhões de toneladas por ano, superando a capacidade de 16,8 milhões de toneladas do porto de Santos e de 14,8 milhões de toneladas do porto de Paranaguá, ainda de acordo com o Folha de São Paulo.

O Folha de São Paulo informou também que o leilão para a venda do direito de construir e operar o porto, cuja primeira fase terá um custo estimado em 660 milhões de reais (382 milhões de dólares), deverá ser realizado ainda este ano, a fim de que o porto possa começar a funcionar em 2014.

O porto apresentaria vantagens em termos de custos de transporte para os produtores dos estados brasileiros de Mato Grosso, Goiás, Pará, Tocantins e Maranhão e as regiões do Cerrado, Amazonas e Nordeste.

Os agricultores brasileiros têm de pagar 85 dólares a tonelada para colocar a soja no mercado ou no porto de embarque contra os 20 dólares que custa na Argentina ou nos Estados Unidos da América.

Não obstante esta desvantagem, o Brasil é actualmente o segundo maior exportador mundial de soja devendo ultrapassar os EUA este ano, colhendo anualmente 70 milhões de toneladas de soja.

Tags:
Fonte:
Folha de São Paulo

0 comentário