Perspectivas para o confinamento em 2012

Publicado em 02/05/2012 15:00 453 exibições
Por Maurício Palma Nogueira, engenheiro agrônomo e diretor da Bigma Consultoria.
A técnica de confinamento vai continuar aumentando no Brasil, ano a ano.  

Mesmo que em alguns períodos  fatores adversos venham a provocar a redução da quantidade de animais terminados em confinamento, a tendência de longo prazo é o aumento. 

A defesa deste raciocínio é simples, baseada na característica da pecuária brasileira e na estacionalidade das pastagens. Ou seja, os pastos produzem mais nos períodos com maior disponibilidade de chuva, luminosidade e temperatura.  

Sendo assim, na maior parte do Brasil, o volume de produção de capins se concentra entre os meses de outubro a março. No período seco, outras alternativas precisam ser adotadas de forma a garantir que os animais continuem consumindo e ganhando peso.  

O problema da estacionalidade aumenta à medida que se aplica tecnologia. Em outras palavras, quanto mais eficiente for o produtor no manejo,  e na produtividade de suas pastagens, mais  ele será  dependente de técnicas para o período seco.  

Clique no link abaixo e leia a íntegra da análise:

Tags:
Fonte:
Bigma Consultoria

0 comentário