Países em desenvolvimento são principal fonte de crescimento agrícola

Publicado em 14/05/2012 08:46 732 exibições
Especialistas do IICA comentam resultado de pesquisa de prospecção do Departamento de Agricultura dos EUA.
O comando do crescimento agrícola do mundo nos próximos 10 anos está nas mãos de países em desenvolvimento, é o que apontou informe Outlook 2012 do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, sigla em inglês) e cujas implicaçoes para América Latina e Caribe foram discutidas por especialistas do Instituto Interamericano do Cooperação –ara a Agricultura (IICA).

“O Outlook acontece desde 1923 e é um instrumento que permite não só aos Estados Unidos, mas todas as Américas tomar decisões sobre os caminhos que devem seguir a agricultura”, explicou o Diretor Geral do IICA, Víctor M. Villalobos.

As projeções do crescimento econômico nos países em desenvolvimento, associado ao seu crescimento populacional, à diversificação de suas comidas e a um ambiente de menor volatilidade nos preços implicará em um aumento da demanda dos produtos agrícolas, em especial de proteínas como a carne e frango. Entretanto, as políticas que promovem o aumento da produtividade e o uso da superfície agrícola em países como Argentina e Brasil, contribuirão para que estes países junto com Rússia, Índia e China se convertam nos principais atores do comércio internacional.

Atualmente, os oito cultivos agrícolas mais importantes (Soja, Arroz, Trigo e Outros cereais) mundialmente contam com uma área plantada recorde. Isto significa que sua produção, pela primeira vez em muitos anos, alcançará tanto para abastecer o consumo como para responder às exigências, o que terá efeito positivo na estabilidade dos preços internacional a curto prazo.

“Há uma demanda recorde que contribuirá para o aumento, se considerar-se que para 2021 a população dos países em desenvolvimento representará 82% da população mundial”, destacou o chefe do Centro de Análises Estratégico para a Agricultura do IICA, Rafael Trejos.
Tags:
Fonte:
IICA

0 comentário