Plano agrícola: Condições são insuficientes, diz representante da Famato

Publicado em 02/07/2012 08:08 357 exibições
Apesar do aumento no valor destinado ao Plano Agrícola e Pecuário (PAP) deste ano e da redução nas taxas de juros, as condições anunciadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na quinta-feira (28-06) atendem poucas reivindicações feitas pelo setor produtivo mato-grossense ao governo federal. Avaliação é do diretor financeiro da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Famato), Nelson Piccoli.

“Fizemos uma solicitação para que fossem atendidos 6 itens principais, como por exemplo, o aumento do crédito por pessoa física, alta no preço mínimo para soja e milho e a criação de uma linha específica para pecuária”. Volume de recursos ofertado pelo PAP para a safra 2012/2013 está 7,5% maior e com juros menores. Piccoli diz que os produtores foram atendidos com a redução dos juros para custeio e com a ampliação do crédito disponível nas linhas do Modeagro e do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp).

Confira a íntegra da notícia no link da Gazeta Digital
Tags:
Fonte:
Gazeta Digital

0 comentário