Sindicato de Luis Eduardo Magalhães (Oeste da Bahia) divulga nota de repúdio contra Ong Ambientalista

Publicado em 26/06/2013 19:27 1016 exibições
No encontro em Pequim, o The Nature Conservancy comparou o produtor brasileiro a um Jeca Tatú. Vanir Köll protestou.

NOTA DE REPUDIO -- 
O Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães – BA, através de seu Presidente Vanir Antônio Kölln e demais Diretores e Produtores, vêm a público apresentar NOTA DE REPUDIO à apresentação do Sr. Bob Robert Tansey, representante da The Nature Conservancy, no 8º Congresso Mundial da Soja Responsável (RTRS) realizado na cidade de Beijing, na China, nos dias 28 e 29 de maio de 2013.
Em sua apresentação, o referido Sr. Bob, apresentou um vídeo, que com certeza foi feito há muitos anos atrás, mostrando um produtor brasileiro como se fosse um “JECA” (personagem do grande ator brasileiro Mazzaropi), insinuando que o produtor brasileiro apenas destrói o meio ambiente e, que a soja produzida no Brasil é feita de modo irresponsável.
Na oportunidade, o Presidente do Sindicato dos Produtores, Sr. Vanir Antônio Kölln interviu, saindo em defesa dos Produtores Brasileiros, mostrando que o Brasil é um dos maiores produtores de soja do mundo, e que a produção é responsável e que o Produtor Brasileiro é o mais preocupado e um dos que mais cuida do meio ambiente no planeta. Aproveitou a oportunidade de perguntar-lhe o que ele e a The Nature Conservancy têm feito pelo meio ambiente em seu País (USA), não obtendo resposta alguma.
Diante das inverdades ditas pelo Sr. Bob, durante o 8º Encontro da Soja Responsável em sua apresentação diga-se, irresponsável, os Produtores Rurais do Oeste Baiano, e em nome também de todos os Produtores Brasileiros, vêm a público apresentar essa Nota de Repúdio às atitudes do representante da The Nature Conservancy, e deixar claro que:
1º Os produtores brasileiros são os que mais preservam o meio ambiente no globo terrestre;
2º Os Produtores brasileiros estão entre os maiores produtores de soja do mundo, utilizando uma das mais altas tecnologias de produção existentes atualmente, com índices de produtividade equiparados às melhores e maiores do mundo;
3º Que os Produtores brasileiros não são “JECAS” como querem fazer crer alguns, mundo a fora, induzindo vários Países em erro sobre o Brasil, denegrindo a imagem da classe produtora brasileira, e isso, os Produtores Rurais do Oeste Baiano e do Brasil jamais poderão aceitar.

Nota assinada por Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães-BA
Base Territorial: Angical, Baianópolis, Correntina, Cristópolis, Jaborandi, Riachão das Neves e São Desidério – BA.

Tags:
Fonte:
NA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário