Prejuízo com infestação de lagarta deve chegar a R$ 1 bilhão às cooperativas paulistas, estima Sescoop/SP

Publicado em 18/12/2013 15:22 431 exibições
Cooperativa é orientada a encaminhar lagartas para análise

O ataque de uma espécie ainda não identificada de lagarta deve causar prejuízos superiores a R$ 1 bilhão às cooperativas agropecuárias paulistas. O levantamento do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de São Paulo (Sescoop/SP) identificou ainda que as culturas de algodão, feijão e soja foram as mais afetadas pela praga. Os agricultores têm encontrado dificuldades de controlar o ataque da lagarta.
 
Flávia Maria Sarto de Oliveira, consultora de Desenvolvimento em Mercados do Sescoop/SP, está orientando as cooperativas com culturas atacadas por lagartas a coletar exemplares da praga e encaminhá-la. Em seguida, Flávia vai enviar as amostras para análise laboratorial. Após a identificação da espécie, as cooperativas poderão receber orientação sobre melhor forma de combate contra a praga.
 
Perdas
A Coopermota, cooperativa da região de Cândido Mota, informou que tem 110 mil hectares com cultura de soja atacadas pela praga. Segundo estimativas da cooperativa, as perdas econômicas chegam a R$ 500,00 por hectare e atingem 50% da produção. A Holambra II, cooperativa da região de Paranapanema, informou que registrou prejuízos nos 25 mil hectares de cultura de soja com perdas econômicas que chegam a 50% da produção devido à resistência da lagarta. Nos 4 mil hectares de algodão, a cooperativa informou que, além do prejuízo econômico – R$ 1.400,00 por hectare das aplicações adicionais de defensivos –, deve registrar 20% de quebra da produção.

Tags:
Fonte:
Sescoop

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário