VBP do setor agropecuário crescerá 8,3% em 2014; aumento foi puxado pelo algodão

Publicado em 27/06/2014 07:51 288 exibições

O Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária deve atingir R$ 465,6 bilhões em 2014, alta de 8,3% em relação ao ano passado, segundo estimativa da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O crescimento do faturamento “dentro da porteira” será puxado principalmente pela previsão recorde de colheita de grãos e fibras nesta safra, de 193,57 milhões de toneladas.

Com o aumento da produção agrícola, o VBP só da agricultura deverá chegar a R$ 298,4 bilhões, registrando expansão de 8,2% na comparativo com o ano passado. A alta vem impulsionada pela soja, cuja receita anual deverá aumentar 10% em relação a 2013, chegando a R$ 96,2 bilhões. O desempenho da oleaginosa está associado ao crescimento da produção, de 5,6%, e da valorização dos preços, de 5,4% neste ano.

Outro produto com boas perspectivas de faturamento é o algodão. O aumento de produção da fibra é o principal fator de expansão do VBP, que deve aumentar 30% em 2014, totalizando R$ 6,9 bilhões. Já o café deve ter, neste ano, receita 22,8% superior à registrada em 2013, somando R$ 18,8 bilhões, mesmo com os preços do grão recuando no mês passado, em razão das incertezas sobre os efeitos da estiagem na atividade cafeeira e do avanço da colheita.

Para o arroz, a projeção é de alta no faturamento para 2014, de 13,9% em relação a 2013, passando de R$ 9,9 bilhões para R$ 11,3 bilhões. Apesar da redução do ritmo de compra do cereal pelas indústrias, por conta do fim da safra, os preços permaneceram elevados. Por outro lado, o faturamento do milho deve ter retração de 2,6%, atingindo R$ 37,5 bilhões, por conta da ampliação da oferta que pressionou os preços para baixo no mês de maio.

Em relação à pecuária, estima-se aumento de 8,3% no faturamento para este ano em relação a 2013, com o VBP somando R$ 167,2 bilhões. Um dos destaques é a carne bovina, cuja receita deve crescer 13,3% e chegar a R$ 74,9 bilhões. A alta do VBP do leite está estimada em 6,5%, podendo alcançar R$ 38,5 bilhões em 2014, por conta da elevação do preço da matéria-prima pago ao produtor, em razão do período de entressafra.

Tags:
Fonte:
CNA

0 comentário