Preços de alimentos sobem na África em meio ao surto de ebola

Publicado em 10/10/2014 12:39 222 exibições

Os preços dos alimentos estão subindo na África, desafiando uma tendência global, à medida que a epidemia de ebola e outros problemas impulsionam o custo de itens básicos para os maiores níveis em cinco anos. Como resultado, milhões de africanos estão lutando para se alimentar, o que desperta preocupações com desnutrição e turbulência social.

Em 2011, moradores de grandes cidades africanas protestaram contra as altas de até um terço nos preços de alguns grãos, em meio ao aumento dos valores dos combustíveis. Este ano, os preços de milho, arroz e feijão subiram mais de 20% desde a África Ocidental, que enfrenta um surto de ebola, até a África do Sul.

Leia a notícia na íntegra no site do G1.

Resultado sobre suspeita de ebola no Brasil sai em 24 h, diz ministro

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse nesta sexta-feira (10) que o resultado do exame do paciente com suspeita de ter ebola deve sair em até 24 horas. Segundo ele, a situação está sob controle.

"Todos os procedimentos indicados no nosso protocolo foram efetivamente aplicados com muito êxito", explicou. "Se nós tivermos o resultado do exame antes, imediatamente o tornaremos público. Pelo protocolo, é necessário confirmá-lo em dois laboratórios. Mesmo se esse resultado der negativo, será colhida em 48 horas uma segunda amostra para análise e posterior informação do resultado", complementou.

Souleymane Bah, de 47 anos, é de Guiné, um dos países afetados pela epidemia da doença. Ele veio de lá no último dia 19 e procurou o hospital em Cascavel (PR) nesta quinta-feira (9) após apresentar sintomas de febre, que teriam iniciado na quarta-feira (8).

Leia a notícia na íntegra no site do G1

Tags:
Fonte:
G1

0 comentário